icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2013
17:48

Na tarde desta terça-feira, Cleber fez o seu primeiro treinamento com a camisa do Corinthians, no CT Dr. Joaquim Grava. O zagueiro de 22 anos, que se destacou jogando o Paulistão desta temporada pela Ponte Preta, fez atividades físicas com os preparadores e assinaria o contrato por quatro temporadas no início da noite.

O defensor chega ao Alvinegro após acordo entre o clube e a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda. Foram pagos R$ 6 milhões à Macaca pela aquisição de 80% dos direitos econômicos do jogador. O clube ficou com 20%, enquanto o investidor, 60%.

Cada parte pagou o equivalente (o Corinthians desembolsou R$ 1,5 milhão no negócio). Os outros 20% dos direitos estão divididos entre o próprio Cleber (10%) e seu empresário, Beto Rappa (10%).

A contratação virou novela e teve uma reviravolta porque o Corinthians desistiu de fazer negócio com o fundo inglês Doyen Sports, representado pelo empresário Renato Duprat, que seria o parceiro na compra de Cleber. Duprat havia sido intermediador da polêmica parceria com o MSI, em 2004. O jogador deve ser apresentado na quinta-feira.

Na tarde desta terça-feira, Cleber fez o seu primeiro treinamento com a camisa do Corinthians, no CT Dr. Joaquim Grava. O zagueiro de 22 anos, que se destacou jogando o Paulistão desta temporada pela Ponte Preta, fez atividades físicas com os preparadores e assinaria o contrato por quatro temporadas no início da noite.

O defensor chega ao Alvinegro após acordo entre o clube e a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda. Foram pagos R$ 6 milhões à Macaca pela aquisição de 80% dos direitos econômicos do jogador. O clube ficou com 20%, enquanto o investidor, 60%.

Cada parte pagou o equivalente (o Corinthians desembolsou R$ 1,5 milhão no negócio). Os outros 20% dos direitos estão divididos entre o próprio Cleber (10%) e seu empresário, Beto Rappa (10%).

A contratação virou novela e teve uma reviravolta porque o Corinthians desistiu de fazer negócio com o fundo inglês Doyen Sports, representado pelo empresário Renato Duprat, que seria o parceiro na compra de Cleber. Duprat havia sido intermediador da polêmica parceria com o MSI, em 2004. O jogador deve ser apresentado na quinta-feira.