icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/07/2013
11:17

O técnico Claudinei Oliveira e os jogadores do Santos estabeleceram uma relação de parceria e lealdade. Os atletas se doam ao máximo e pedem publicamente a permanência do interino no comando do Peixe, enquanto o treinador dá moral ao atual elenco e "blinda-o" de críticas.

Isso ficou claro após o clássico contra o São Paulo, quando Claudinei admitiu a necessidade de reforços, mas fez questão de exaltar o grupo atual.

- O Mena e Cicinho (laterais já contratados) vão ser importantes, mas temos que valorizar os que estão aí. Temos de trazer jogadores com peso de titulares, mas eles terão de mostrar em campo, ter desempenho que justifique a vaga no time - afirmou.

Em vídeo da Santos TV, o técnico aparece no vestiário do Morumbi após a vitória por 2 a 0 parabenizando os atletas e dizendo que sempre vai defende-los.

A diretoria alvinegra segue bancando a permanência de Claudinei publicamente. No entanto, no passado os cartolas faziam o mesmo enquanto negociavam com Marcelo Bielsa e Gerardo Martino. Mesmo assim, ele se diz tranquilo.

- Sou o treinador. Na minha carteira (profissional de trabalho), não está "técnico interino". Meu trabalho é que pode me credenciar (a continuar). Eu até agradeço os atletas que têm pedido minha permanência, mas isso só vai acontecer com trabalho, dentro de campo. Tenho de pensar em coisas maiores, mas não posso atropelar os planos do clube - comentou.

Santos derruba São Paulo no Morumbi e sobe na tabela

O técnico Claudinei Oliveira e os jogadores do Santos estabeleceram uma relação de parceria e lealdade. Os atletas se doam ao máximo e pedem publicamente a permanência do interino no comando do Peixe, enquanto o treinador dá moral ao atual elenco e "blinda-o" de críticas.

Isso ficou claro após o clássico contra o São Paulo, quando Claudinei admitiu a necessidade de reforços, mas fez questão de exaltar o grupo atual.

- O Mena e Cicinho (laterais já contratados) vão ser importantes, mas temos que valorizar os que estão aí. Temos de trazer jogadores com peso de titulares, mas eles terão de mostrar em campo, ter desempenho que justifique a vaga no time - afirmou.

Em vídeo da Santos TV, o técnico aparece no vestiário do Morumbi após a vitória por 2 a 0 parabenizando os atletas e dizendo que sempre vai defende-los.

A diretoria alvinegra segue bancando a permanência de Claudinei publicamente. No entanto, no passado os cartolas faziam o mesmo enquanto negociavam com Marcelo Bielsa e Gerardo Martino. Mesmo assim, ele se diz tranquilo.

- Sou o treinador. Na minha carteira (profissional de trabalho), não está "técnico interino". Meu trabalho é que pode me credenciar (a continuar). Eu até agradeço os atletas que têm pedido minha permanência, mas isso só vai acontecer com trabalho, dentro de campo. Tenho de pensar em coisas maiores, mas não posso atropelar os planos do clube - comentou.

Santos derruba São Paulo no Morumbi e sobe na tabela