icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2013
10:38

O técnico Claudinei Oliveira, que poupou quatro titulares para o confronto com o Crac-GO, nesta quarta-feira, rechaçou qualquer possibilidade do Santos de "abrir mão" de duros confrontos da Copa do Brasil para disputar uma "menos concorrida" Copa Sul-Americana, que, assim como o torneio nacional, garante vaga para a Libertadores da América.

Caso o Alvinegro seja eliminado diante dos goianos neste meio de semana, ele automaticamente disputará o torneio continental, livrando-se assim de importantes rivais que foram eliminados na Libertadores, mas, conforme novo regulamento da CBF, entrarão na Copa do Brasil a partir das oitavas de final.

- Com a qualidade do Santos a gente tem que sempre entrar para vencer. Não podemos escolher adversários, escolher competições. Nós vamos jogar pela vitória, pela classificação e se ela não vier, a gente pensa no que vai acontecer. No momento a gente está focado na Copa do Brasil - disse.

E MAIS:
Enquete: seguir na Copa do Brasil ou disputar a Sul-Americana?
Crac teme fraudes, 'adia' vendas e põe ingressos a R$ 80
Santos embarca sem quatro titulares para enfrentar o Crac-GO

Mesmo sem a presença dos titulares Montillo, Cícero, Léo e Edu Dracena, que estão se destacando nos últimos jogos, o comandante acredita num bom resultado do Peixe fora de casa. Para tal, aposta na garotada, que vem desequilibrando e tendo boas atuações nas últimas partidas.

- Espero que a gente vença e que a gente possa pegar um adversário bem difícil na próxima fase, porque o amadurecimento desses atletas jovens e a afirmação dessa equipe como equipe vencedora vai passar por grandes jogos - afirmou Claudinei.

Para avançar às oitavas da Copa do Brasil, o Peixe precisa de uma vitória ou de um empate por mais de dois gols. No jogo de ida, a equipe ficou apenas no empate por 1 a 1, na Vila Belmiro.

 


O técnico Claudinei Oliveira, que poupou quatro titulares para o confronto com o Crac-GO, nesta quarta-feira, rechaçou qualquer possibilidade do Santos de "abrir mão" de duros confrontos da Copa do Brasil para disputar uma "menos concorrida" Copa Sul-Americana, que, assim como o torneio nacional, garante vaga para a Libertadores da América.

Caso o Alvinegro seja eliminado diante dos goianos neste meio de semana, ele automaticamente disputará o torneio continental, livrando-se assim de importantes rivais que foram eliminados na Libertadores, mas, conforme novo regulamento da CBF, entrarão na Copa do Brasil a partir das oitavas de final.

- Com a qualidade do Santos a gente tem que sempre entrar para vencer. Não podemos escolher adversários, escolher competições. Nós vamos jogar pela vitória, pela classificação e se ela não vier, a gente pensa no que vai acontecer. No momento a gente está focado na Copa do Brasil - disse.

E MAIS:
Enquete: seguir na Copa do Brasil ou disputar a Sul-Americana?
Crac teme fraudes, 'adia' vendas e põe ingressos a R$ 80
Santos embarca sem quatro titulares para enfrentar o Crac-GO

Mesmo sem a presença dos titulares Montillo, Cícero, Léo e Edu Dracena, que estão se destacando nos últimos jogos, o comandante acredita num bom resultado do Peixe fora de casa. Para tal, aposta na garotada, que vem desequilibrando e tendo boas atuações nas últimas partidas.

- Espero que a gente vença e que a gente possa pegar um adversário bem difícil na próxima fase, porque o amadurecimento desses atletas jovens e a afirmação dessa equipe como equipe vencedora vai passar por grandes jogos - afirmou Claudinei.

Para avançar às oitavas da Copa do Brasil, o Peixe precisa de uma vitória ou de um empate por mais de dois gols. No jogo de ida, a equipe ficou apenas no empate por 1 a 1, na Vila Belmiro.