icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/07/2013
17:36

Técnico do Santos, Claudinei Oliveira lamentou a saída de Ney Franco do comando do São Paulo e não acredita que o Peixe leva vantagem por conta da demissão. As equipes se enfrentam neste domingo, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

- Soube da situação dele agora após o treino, e a gente lamenta. O Ney Franco é um belo treinador, vem fazendo belo trabalho. O time deles deve ser dirigido pelo Milton Cruz, então não vejo vantagem sobre o São Pualo, sempre será muito dificil - afirmou Claudinei, em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

O treinador santista também analisou a situação das duas equipes. O São Paulo disputou na quarta-feira o primeiro jogo da Recopa Sul-Americana diante do Corinthians, enquanto o Santos não joga uma partida oficial desde a pausa do Brasileirão por conta da Copa das Confederações.

- Nosso time titular fez dois jogos-treino. Foi uma opçao nossa, não queria jogo mais pegado. Queríamos qualificar a equipe. Se dá vantagem para o São Paulo, eu não sei. Eles jogaram contra o Flamengo (amistoso), mas foram derrotados na quarta para o Corinthians. Eu acredito mais no dia a dia, não dará vantagem ao São Paulo. Certo é sempre o que vence, se ganhar, é porque fez o amistoso. Se não ganhar, é porque não fez - disse o treinador.

Técnico do Santos, Claudinei Oliveira lamentou a saída de Ney Franco do comando do São Paulo e não acredita que o Peixe leva vantagem por conta da demissão. As equipes se enfrentam neste domingo, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

- Soube da situação dele agora após o treino, e a gente lamenta. O Ney Franco é um belo treinador, vem fazendo belo trabalho. O time deles deve ser dirigido pelo Milton Cruz, então não vejo vantagem sobre o São Pualo, sempre será muito dificil - afirmou Claudinei, em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

O treinador santista também analisou a situação das duas equipes. O São Paulo disputou na quarta-feira o primeiro jogo da Recopa Sul-Americana diante do Corinthians, enquanto o Santos não joga uma partida oficial desde a pausa do Brasileirão por conta da Copa das Confederações.

- Nosso time titular fez dois jogos-treino. Foi uma opçao nossa, não queria jogo mais pegado. Queríamos qualificar a equipe. Se dá vantagem para o São Paulo, eu não sei. Eles jogaram contra o Flamengo (amistoso), mas foram derrotados na quarta para o Corinthians. Eu acredito mais no dia a dia, não dará vantagem ao São Paulo. Certo é sempre o que vence, se ganhar, é porque fez o amistoso. Se não ganhar, é porque não fez - disse o treinador.