icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2013
00:09


A derrota para a Ponte Preta, neste sábado, no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela nona rodada do Brasileirão, interrompeu a sequência de seis jogos invicto do Santos. Apesar do revés, o técnico Claudinei Oliveira valorizou o empenho do time na busca do gol de empate.

- A gente vinha de uma boa sequência de resultados, e nunca é bom perder. Ficamos chateados, mas não faltou empenho nem luta. O Campeonato Brasileiro é isso, tem que se doar ao máximo e buscar as vitórias - afirmou o treinador.

Claudinei também lamentou as chances desperdiçadas pelo Santos na partida. Ele também acredita que a equipe melhorou com a entrada de Cicinho, que substitiui Leandrinho no meio de campo e depois foi para a lateral direita quando Galhardo saiu para a entrada de Gabriel.

- No primeiro tempo jogo igual, a Ponte teve chances, nós também. No segundo, bola que estávamos saindo para o contra-ataque, o zagueiro se jogou e acabaram fazendo um gol fortuito, mas depois saímos para o jogo e a Ponte se fechou. Tivemos posse de bola, procuramos de todas as maneiras, a entrada do Cicinho melhrou o time, mas infelizmente não fizemos os gols, não concluimos bem, Não faltou empenho, e acho que o resultado mais justo era o empate - analisou.

Com a derrota, o Santos perdeu a chance de encostar no G4 do Campeonato Brasileiro. Agora, o próximo compromisso da equipe é contra o Barcelona, na próxima sexta-feira, no Camp Nou, em amistoso válido pelo Torneio Joan Gamper.

Santos joga mal e Ponte Preta vence por 1 a 0



A derrota para a Ponte Preta, neste sábado, no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela nona rodada do Brasileirão, interrompeu a sequência de seis jogos invicto do Santos. Apesar do revés, o técnico Claudinei Oliveira valorizou o empenho do time na busca do gol de empate.

- A gente vinha de uma boa sequência de resultados, e nunca é bom perder. Ficamos chateados, mas não faltou empenho nem luta. O Campeonato Brasileiro é isso, tem que se doar ao máximo e buscar as vitórias - afirmou o treinador.

Claudinei também lamentou as chances desperdiçadas pelo Santos na partida. Ele também acredita que a equipe melhorou com a entrada de Cicinho, que substitiui Leandrinho no meio de campo e depois foi para a lateral direita quando Galhardo saiu para a entrada de Gabriel.

- No primeiro tempo jogo igual, a Ponte teve chances, nós também. No segundo, bola que estávamos saindo para o contra-ataque, o zagueiro se jogou e acabaram fazendo um gol fortuito, mas depois saímos para o jogo e a Ponte se fechou. Tivemos posse de bola, procuramos de todas as maneiras, a entrada do Cicinho melhrou o time, mas infelizmente não fizemos os gols, não concluimos bem, Não faltou empenho, e acho que o resultado mais justo era o empate - analisou.

Com a derrota, o Santos perdeu a chance de encostar no G4 do Campeonato Brasileiro. Agora, o próximo compromisso da equipe é contra o Barcelona, na próxima sexta-feira, no Camp Nou, em amistoso válido pelo Torneio Joan Gamper.

Santos joga mal e Ponte Preta vence por 1 a 0