icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2013
10:17

O técnico do Santos, Claudinei Oliveira, vive a expectativa para a chegada de reforços nesta semana. A diretoria pretende anunciar pelo menos dois atacantes e o comandante abriu o leque de opções. Após a goleada de 4 a 1 para a Portuguesa, ele deu razão aos torcedores que protestaram cobrando jogadores e disse que o clube analisa diversas opções.

- Torcedor espera alguma contratação de impacto, reposição, pois saiu o Neymar. Esperam contratações, então é normal o protesto. Temos plano B, C, D, varias negociações em andamento. Estamos tentando, mas negociações não envolvem só vontade, tem atleta, o clube em que ele está atuando. Espero que alguma dê certo pra qualificar o elenco - afirmou o treinador.

Além de ser compreensível com os protestos, Claudinei elogiou o comportamento da torcida durante a partida contra a Portuguesa. Segundo ele, não faltou apoio dos santistas na goleada.

- Apoiaram o time do primeiro ao último minuto, depois do jogo protestaram de maneira ordenada. Temos o limite da janela internacional até o dia 20, vamos torcer para que algo dê certo. Se não der, temos conquistado os resultados, estamos conquistando resultados, todo mundo honrando a camisa do Santos - ponderou.

De fato, o Santos tem trabalhado com diversas opções para se reforçar. No último sábado, o clube anunciou a desistência de kleber Gladiador, que já havia sido recusado anteriormente. A diretoria também tem dificuldade para fechar com Fernandinho, contratação contra a qual os torcedores protestaram na Vila. Nos últimos dias, o Peixe também viu a negociação com o ídolo Robinho fracassar.

Em noite de Neilton, Santos goleia a Lusa na Vila

O técnico do Santos, Claudinei Oliveira, vive a expectativa para a chegada de reforços nesta semana. A diretoria pretende anunciar pelo menos dois atacantes e o comandante abriu o leque de opções. Após a goleada de 4 a 1 para a Portuguesa, ele deu razão aos torcedores que protestaram cobrando jogadores e disse que o clube analisa diversas opções.

- Torcedor espera alguma contratação de impacto, reposição, pois saiu o Neymar. Esperam contratações, então é normal o protesto. Temos plano B, C, D, varias negociações em andamento. Estamos tentando, mas negociações não envolvem só vontade, tem atleta, o clube em que ele está atuando. Espero que alguma dê certo pra qualificar o elenco - afirmou o treinador.

Além de ser compreensível com os protestos, Claudinei elogiou o comportamento da torcida durante a partida contra a Portuguesa. Segundo ele, não faltou apoio dos santistas na goleada.

- Apoiaram o time do primeiro ao último minuto, depois do jogo protestaram de maneira ordenada. Temos o limite da janela internacional até o dia 20, vamos torcer para que algo dê certo. Se não der, temos conquistado os resultados, estamos conquistando resultados, todo mundo honrando a camisa do Santos - ponderou.

De fato, o Santos tem trabalhado com diversas opções para se reforçar. No último sábado, o clube anunciou a desistência de kleber Gladiador, que já havia sido recusado anteriormente. A diretoria também tem dificuldade para fechar com Fernandinho, contratação contra a qual os torcedores protestaram na Vila. Nos últimos dias, o Peixe também viu a negociação com o ídolo Robinho fracassar.

Em noite de Neilton, Santos goleia a Lusa na Vila