icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/11/2014
19:01

O Premium Fight 4 fez jus às expectativas e proporcionou um inesquecível espetáculo para o público presente ao ginásio do Clube Regatas, em Campinas (SP), nesta sexta-feira. Com dez lutas eletrizantes, o evento mostrou que retornou com tudo para firmar-se entre as maiores organizações de MMA do Brasil. Nas lutas que mais chamavam atenção no card, Roberto Facada e Claudiere Freitas nocautearam Luciano Palhano e Regiclaudio Kexada e, de quebra, levaram para casa os cinturões dos meio-médios (77kg) e leves (70kg), respectivamente.

Avassalador, Claudiere Freitas não dá chance para Kexada e é o novo campeão dos leves

Substituto de Flávio Álvaro na principal atração da noite, Claudiere mostrou que, mesmo tendo aceitado a luta com apenas quinze dias de antecedência, ainda está entre os melhores de seu divisão. Mostrando sua habitual agressividade e técnica na luta em pé, ele não deu chances para Regiclaudio Kexada e, após acertar um potente cruzado de esquerda e desferir ótimos socos no ground and pounde, deu número finais ao duelo no início do primeiro round. Com o resultado, o carioca, radicado em Campinas (SP), conquistou o cinturão dos leves, que pertencia anteriormente a Rafael Índio, atualmente no ONE FC.

Com show de técnica e apoio de estrelas, Facada fatura cinturão dos meio-médios

Um dos principais nomes do card, Roberto Facada entrou para o combate contra Luciano Palhano com a responsabilidade de comprovar que os treinamentos com Anderson Silva e os irmãos Nogueira fazem a diferença contra qualquer oponente. Na entrada, era possível sentir o clima favorável ao paulista que tinha a torcida ao lado e contou com o suporte dos atletas do UFC Rodrigo Mintauro e Rick Monstro, que acompanharam apreensivamente o duelo no ginásio. Melhor na trocação, Facada castigou Palhano e dominou todos os cinco rounds do embate. No último e derradeiro assalto, o atleta do Team Nogueira conseguiu fazer com que seu intenso ritmo se transformasse em vitória após uma frenética sequência de golpes. O agora campeão dos meio-médios, já sabe qual será seu próximo compromisso. Desafiado por Cassiano Tytschyo, ele defenderá seu título pela primeira vez na próxima edição do Premium Fight. A data ainda não foi divulgada.

Vitor Tofanelli nocauteia Jackson de Pádua e leva público ao delírio

Em outro duelo muito esperado pelo público campineiro, Jackson de Pádua e Vitor Toffanelli se enfrentaram pelos pesos-penas. O combate começou muito estudado e teve bons momentos de ambos os lados no primeiro round. Mais ligado na volta do primeiro para o segundo assalto, Toffanelli aproveitou as brechas no jogo do oponente e, após desferir uma intensa sequência de socos, conseguiu a vitória no segundo round. A vitória levantou o público que, desde o início, mostrou uma efusiva torcida pelo lutador. Com o resultado positivo, o paulista coleciona 15 vitórias na carreira.

Promessa, de 17 anos, mostra superação e vira combate de maneira espetacular

Lutador mais jovem do card, com apenas 17 anos, Ozias Bull Terrier mostrou que tem um futuro brilhante pela frente. Mesmo sofrendo um knockdown nos primeiros segundos da luta, o jovem suportou bem o castigo imposto pelo oponente Diogo Hannibal e mostrou um excelente poder de recuperação. Passada a adrenalina dos minutos iniciais da estreia, Ozias começou a impor o jogo no do segundo round e nocauteou o adversário e conseguiu vencer seu primeiro compromisso profissional de forma espetacular.

Resultados do Premium Fight 4

Claudiere Freitas venceu Regiclaudio Kexada por nocaute técnico aos 2m27s do primeiro round e conquistou o cinturão dos leves (70kg)
Roberto Facada venceu Luciano Palhano por nocaute técnico aos 4m04s do quinto round e conquistou o cinturão dos meio-médios (77kg)
Vitor Toffanelli venceu Jackson de Pádua por nocaute técnico com 1m19s do segundo round
Daniel Caporossi venceu Hemerson Toco por nocaute técnico com 1m30s do primeiro round
Danielo Gurgel venceu Bruno Almeida por finalização (mata-leão) aos 2m04s do segundo round
Ozias Bull Terrier venceu Diogo Hannibal por nocaute técnico aos 3m33s do segundo round
Joselino Índio venceu Guilherme D'Menor por decisão unânime
Estevam Roca venceu Rafael Moura por nocaute técnico com 1m21s do segundo round
Ewerton Ferreira venceu André Augusto por decisão unânime
Diego Graciano venceu Pedro Santana por nocaute técnico aos 3m26s do segundo round