icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
27/11/2013
11:03

Finalmente de contrato renovado, Gilson Kleina irá assinar nesta quarta-feira seu novo vínculo com o Palmeiras, este válido até o fim de 2014. Campeão da Série B, e com o time garantido na Primeira Divisão em seu centenário, o treinador precisará no importante ano que virá ao clube encerrar dois tabus: vencer clássicos e mata-mata pela equipe. Além disso, há a busca por um título de peso no clube, que completa cem anos sob grande expectativa da torcida.

Contratado em setembro de 2012, para tentar livrar o Verdão do rebaixamento, Kleina enfrentou naquele ano dois dos três principais rivais do clube: São Paulo e Santos. Contra o Tricolor, no Morumbi, o time perdeu por 3 a 0 em jogo que complicou muito a situação alviverde, também pela lesão no joelho de Valdivia, que perdeu a reta final daquele Brasileirão. Já rebaixado, pegou o Santos, na Vila Belmiro, e também acabou derrotado: 3 a 1.

Neste ano, apenas empates contra os grandes de São Paulo: 2 a 2 com o Corinthians, 0 a 0 com o São Paulo, além do 0 a 0 com o Santos, todos estes na primeira fase do Paulistão. Nas quartas de final, novo empate com o Peixe (1 a 1), e saída da competição nos pênaltis. E nestes pouco mais de 14 meses, esta não foi a única queda no mata-mata de Kleina no Palmeiras: com ele, o time saiu nas oitavas da Sul-Americana em 2012, assim como na Libertadores deste ano, e na Copa do Brasil, também em 2013.

Com o título de campeão da divisão de acesso até agora pelo Palmeiras, Kleina - que aceitou uma redução salarial para R$ 200 mil, podendo chegar a R$ 400 mil por metas atingidas - pediu uma equipe competitiva para a disputa do centenário. Isto porque ele sabe que, desta vez, espera-se desempenho melhor no Paulista, Copa do Brasil e Série A de 2014. Entre os planos para a temporada que vem, há o desejo de conquistar torneios e as taças serão, também, um fator decisivo para que o treinador conviva com tranquilidade e encerre as incertezas que rondam parte da torcida desde que sua permanência foi anunciada.

VEJA OS NÚMEROS DE KLEINA EM CADA CAMPEONATO PELO PALMEIRAS:

Série A - 2012: 13 jogos, 4 vitórias, 2 empates e 7 derrotas. Aproveitamento: 35,9%. Rebaixado à Série B.
Sul-Americana - 2012: 2 jogos, uma vitória e uma derrota. Eliminado nas oitavas de final pelo Millonarios (COL)
Paulista - 2013: 20 jogos, 9 vitórias, 8 empates, 3 derrotas. Aproveitamento: 58,3%. Eliminado nas quartas de final pelo Santos, nos pênaltis.
Libertadores - 2013: 8 jogos, 3 vitórias, um empate e 4 derrotas. Aproveitamento: 41,6%. Eliminado nas oitavas de final pelo Tijuana (MEX).
Copa do Brasil - 2013: 2 jogos, uma vitórias e uma derrota. Eliminado nas oitavas de final pelo Atlético-PR.
Série B - 2013: 36 jogos, 24 vitórias, 7 empates e 6 derrotas. Aproveitamento: 73,1%. Campeão antecipado e já garantido na Primeira Divisão.