icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
06/02/2015
17:49

Mandante da partida contra o Atlético-MG, no dia 22 de fevereiro, o América-MG optou por deixar o Independência e jogar diante do Galo no Mineirão. A medida visa uma maior arrecadação para o clube alviverde, mesmo que os alvinegros estejam em maior número no Gigante da Pampulha. Questionado sobre a possibilidade de estar abrindo mão de uma partida em casa, Alencar da Silveira Júnior, membro do conselho deliberativo do Coelho, mostrou otimismo para bater não só o Galo, mas também o outro clássico da capital, contra o Cruzeiro.

- Vamos ganhar do Clube Atlético Mineiro no Mineirão. O jogo será no Mineirão e vamos ganhar lá. O América chega para ficar e ser campeão. É um time remodelado, com a cara da meninada nova. Uma tática diferente na qual nós estamos colocando a prata da casa para jogar - provocou Alencar.

Desta forma, o América-MG espera pelo menos um público de 30 mil pessoas no Mineirão, mesmo que a maioria absoluta seja de atleticanos. O principal objetivo será a verba da partida, que será destinada ao Coelho, mandante do jogo. Diante do Cruzeiro, a estratégia será oposta. A diretoria americana buscará tirar o Cruzeiro de sua zona de conforto, no Mineirão, e jogará no estádio do Horto.

- Vamos continuar ganhando também se trouxermos o jogo do Cruzeiro ao nosso estádio. O Cruzeiro nunca ganhou aqui do Atlético e contra o América também não vai ganhar aqui - encerrou Alencar, com mais uma alfinetada.