icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/03/2014
14:15

Por trás da disputa por uma vaga para as quartas de final da Liga dos Campeões, Barcelona e Manchester City estão se armando para uma disputa nos bastidores. Segundo a imprensa europeia, o clube inglês está disposto a tentar contratar o craque argentino Messi.

A multa rescisória do atacante com o Barcelona está avaliada em 250 milhões de euros (R$ 813 milhões). Os Citizens queram oferecer 200 milhões (R$ 659,4 milhões). Com o absurdo valor da proposta, seria possível comprar todo o elenco da maioria dos clubes que disputam as seis principais ligas europeias.

Até mesmo no Campeonato Inglês, considerada a liga mais rico do Velho Continente. Dos 20 clubes da Premier League, apenas seis possuem elencos com valores superiores aos 200 milhões de euros. São eles o próprio Manchester City, Chelsea, Manchester United, Arsenal, Liverpool e Tottenham.

Na Espanha, onde o Barcelona possui o elenco mais valioso do campeonato (R$ 1,9 bilhão), apenas os catalães, o Real Madrid e o Atlético de Madrid não poderiam ser "comprados" pelo dinheiro do xeque Mansur bin Zayed Al-Nahyan.

O universo de clubes com elencos abaixo dos 200 milhões de euros aumenta a medida em que se "desce" o escalão dos campeonatos analisados. Na Bundesliga, outro torneio do top europeu, apenas Bayern de Munique e Borussia Dortmund são as exceções. O mesmo número é verificado na França, onde PSG e Monaco são os únicos clubes da Ligue 1 com elencos acima da meta.

Curiosamente a Itália, cujo campeonato não apresenta a mesma força de décadas passadas, há um significativo número de clubes cujos jogadores, somados, superam o valor a ser oferecido por Messi. Juventus, Napoli, Milan, Internazionale e Fiorentina se salvam.

Cenário diferente, porém, do registrado em Portugal. No caso português, o Manchester City conseguiria comprar todos os jogadores de qualquer equipe da Primeira Divisão. Os dois clubes mais valiosos de Portugal são Benfica (R$ 617 milhões) e Porto (R$ 595,77 milhões).

Clubes com elencos acima dos 200 milhões de euros (em reais):

Inglaterra
Manchester City (1,4 bilhão)
Chelsea (1,2 bilhão)
Manchester United (1,2 bilhão)
Arsenal (1 bilhão)
Liverpool (917 milhões)
Tottenham (881,2 milhões)

Espanha
Barcelona (1,9 bilhão)
Real Madrid (1,8 bilhão)
Atlético de Madrid (884,5 milhões)

Alemanha
Bayern de Munique (1,7 bilhão)
Borussia Dortmund (1 bilhão)

Itália
Juventus (1,1 bilhão)
Napoli (844,2 milhões)
Milan (741,4 milhões)
Internazionale (737,8 milhões)
Fiorentina (655,6 milhões)

França
PSG (1,2 bilhão)
Monaco (708,9 milhões)