icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/12/2013
16:00

O atacante Jô era o jogador do Atlético-MG mais assediado, depois que Bernardo foi vendido. E a diretora do Galo tratou de renovar o contrato do jogador até 2016. Sobre a extensão do vínculo, o atacante se diz satisfeito de continuar no clube que mudou sua vida. Além do mais, reconheceu que a medida da cúpula alvinegra serviu para diminuir o assédio dos clubes europeus.

- Eu queria muito isso, renovar o contrato, sou grato por tudo no Atlétio-MG. Uma renovação e um acordo bom era o que eu queria. Alivia nos assédios, mas ficamos expostos por conta de jogar o Mundial. Mas estou muito feliz - disse Jô.

Com contrato renovado, Jô não quer perder o grande companheiro na Cidade do Galo: Ronaldinho. Mesmo conversando diariamente com o camisa 10, o centroavante não sabe ao certo se o meia ficará ou sairá do Galo em 2014:

- A gente que tem contrato longo e quer o amigo do lado, a gente sempre fala para ele ficar. Espero que ele fique, porque é um grande jogador e um grande amigo.

Ronaldinho prefere não falar muito do seu futuro a longo prazo no Galo. Ele volta a jogar contra o Vitória e foca apenas em ganhar ritmo de jogo para o Mundial de Clubes. O contrato do jogador se encerra no fim da temporada.