icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/04/2014
21:59

No último domingo, na Arena Joinville, o JEC venceu o Figueirense por 2 a 1 na partida de ida das finais do Campeonato Catarinense. Apesar do revés, os torcedores do Figueira acreditam que é possível reverter o placar desfavorável neste próximo domingo, às 16h, no Estádio Orlando Scarpelli. Nesta finalíssima, uma vitória simples já garante a taça do estadual para a equipe de Florianópolis.

1. Chamou a responsa

Quando foi exigido, o Figueirense chamou a responsabilidade. Num momento mais recente, precisava vencer o Plácido de Castro para seguir na Copa do Brasil: saiu atrás no placar, mas reverteu num 3 a 1. Já no Campeonato Catarinense, na quinta rodada do quadrangular, o Furacão estava pressionado para retornar ao G2 da tabela: venceu o Metropolitano por 2 a 1. E na sexta rodada, deu uma chamada de 'responsa' mais emblemática. Na casa do Criciúma, venceu o Tigre por 3 a 2, ainda que só precisasse de um empate para garantir a vaga nas finais do estadual.

Figueirense se classifica, na casa do Criciúma, para finais do estadual (Foto: Eduardo Valente/AGP/Lancepress!)


2. Sangue nos olhos!

"Deixa ele pra mim, irmão!". A frase é de Marcos Assunção. O capitão do Figueirense demonstrou seu apoio ao lateral direito alvinegro, Leandro Silva, que, no jogo de ida das finais, levou uma cotovelada de Wellington Saci, ignorada pelo árbitro da partida. E não foi só Assunção quem deixou mensagens apoiando o lateral, os outros atletas do Furacão também lembraram o 'jogo de volta'.

Leandro Silva desabafou em sua conta no Instagram e companheiros prestaram apoio (Foto: Reprodução)


3. Éverton Santos

Se é decisão, pode chamar ele. O atacante, que marcou o gol do acesso a Série A no ano passado, foi liberado pelo STJD e está garantido na partida de domingo. Éverton Santos é artilheiro do Figueira na temporada, com seis gols marcados, e indicado a melhor atacante do estadual. Só na última quarta-feira, contra o Plácido de Castro, ele deu uma prévia do que pode fazer contra o Joinville: entrou no segundo tempo e fez dois gols para garantir a classificação do time na segunda fase da Copa do Brasil.

Éverton Santos é o artilheiro da equipe na temporada (Foto: Eduardo Valente/AGP/Lancepress!)


4. Boa campanha

O Figueirense não está na final do Catarinense à toa. A equipe terminou o quadrangular do Catarinense como líder, o que a fez levar o segundo jogo da final para Florianópolis. Nessa segunda fase da competição foi a equipe com mais gols feitos, dez em seis jogos, e na primeira fase foi dos times com menos tentos levados, foram sete em nove partidas. Dos números totalizados até agora no estadual, foram 16 jogos, sete vitórias, cinco empates e quatro derrotas.

Técnico Vinícius Eutrópio é um dos responsáveis pela boa campanha do Figueira (Foto: Divulgação/Luiz Henrique)


5. Torcida em casa

Se reverter o placar desfavorável e buscar a taça já é uma missão difícil, que ao menos ela possa ser cumprida jogando em casa. Das nove vezes que jogou em Floripa nesta temporada, venceu sete e perdeu duas. Junto a este retrospecto, há outro fator extremamente favorável: a torcida. A diretoria do clube se reuniu com as principais organizadas e planeja concentrações e carreatas por toda Florianópolis para apoiar o Figueirense no domingo. Além disso, os alvinegros já esgotaram um setor do Estádio Orlando Scarpelli e prometem lotá-lo para abraçar o Furacão.

Torcida alvinegra deverá lotar Estádio Orlando Scarpelli (Foto: Eduardo Valente/AGP/Lancepress!)