icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/11/2014
20:05

O Brasil segue azul. Afinal, o Cruzeiro, campeão em 2013, repetiu a dose nesta temporada e conquistou o quarto título da Série A da sua história. Na campanha vitoriosa, muitos episódios poderiam ser destacados como fundamentais para o resultado final. O L!net, então, selecionou cinco momentos-chave que foram fundamentais para o triunfo da Raposa.

INÍCIO DA ARRANCADA

O Cruzeiro começou o Brasileiro de forma irregular. Ainda envolvido na disputa da Copa Libertadores, a Raposa demorou um pouco a engrenar. E a vitória categória sobre o Flamengo por 3 a 0 deu início a arrancada celeste na competição.

SOBRANDO

A vitória sobre o Santos no Mineirão mostrou que o Cruzeiro estava sobrando no Campeonato Brasileiro. A partida foi uma das melhores atuações da equipe comandada por Marcelo Oliveira no Campeonato Brasileiro.

PINTOU O CAMPEÃO?


Jogo contra o Inter foi tratado como uma final. E a Raposa passou pelo Colorado (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)

O duelo contra o Internacional, em outubro, foi considerado uma decisão, já que o Colorado poderia se aproximar do Cruzeiro e ajudar, de tabela, o São Paulo. Com o apoio da torcida, o time celeste venceu por 2 a 1 e criou uma "gordura" que foi fundamental nos momentos de oscilações que vieram pouco depois.

TRIUNFO SALVADOR


Dedé foi o autor do gol do importante triunfo contra o Vitória (Foto: Romildo de Jesus/LANCE!Press)

O Cruzeiro teve derrotas seguidas para Corinthians e Flamengo. Aliado a alguns empates, viu o São Paulo se aproximar. Para acabar com qualquer dúvida, nada melhor que tem um adversário que se chama Vitória. E coube a Dedé, que também passava por fase ruim, se reabilitar com o gol salvador no fim.

O TETRA É LOGO ALI

O título parecia questão de tempo. Depois do empate do São Paulo com o Inter no Morumbi, a torcida celeste começou a contagem regressiva. O duelo contra o Grêmio, em Porto Alegre, comprovou que o título nacional deveria ficar com a melhor equipe. De virada, a Raposa venceu por 2 a 1 e colocou uma mão na taça. A outra foi posta neste domingo.