icons.title signature.placeholder João Pedro Marins
17/04/2014
12:58

Perto de realizar sua primeira luta no Brasil como atleta do UFC, Junior Cigano não consegue esconder a felicidade. O ex-campeão dos pesos-pesados encara Stipe Miocic pela luta principal do TUF Brasil 3 Finale no dia 31 de maio, no Ginásio Ibirapuera, em São Paulo, e além de sua preparação, conta também com o apoio da torcida para sair vitorioso no duelo.

Nesta quinta-feira, a equipe do LANCE!Net visitou Cigano na academia Nova União, no Rio de Janeiro, para uma conversa com a imprensa. Dentre vários assuntos, o principal foi seu próximo compromisso pelo Ultimate. O peso-pesado fez uma análise de seu adversário e, ao ser perguntado pela equipe do L!Net sobre o que esperava da torcida no ginásio, afirmou que o croata-americano "vai tremer" quando ouvir os gritos de "Uh, vai morrer!" dos fãs brasileiros.

- Gosto muito de lutar nos Estados Unidos também, mas no Brasil é diferente com certeza. A torcida vai me trazer uma motivação a mais para conquistar essa vitória. Acho que o Miocic vai até tremer as perninhas lá na hora que sentir a galera gritando mesmo, falando "uh, vai morrer". Acho que realmente ele vai sentir a diferença - comentou o lutador, que ainda deixou no ar a possibilidade de fazer como José Aldo e correr para a galera.

- O Aldo foi multado por isso aí (risos). Ele teve até multa por ter feito isso. Mas vai saber, depende do que sentir ali na hora. Não vão conseguir me segurar. Se eu quiser ir pra galera, eu vou. Já me imaginei várias vezes ganhando. Isso faz parte da concentração, da vontade de vencer e acho que ajuda muito. Já me vi ganhando de todo jeito: nocauteando, finalizando, com chute...Acho que tudo pode acontecer - completou o atleta.

Primeira luta de Cigano pelo UFC no Brasil será em São Paulo (FOTO: Divulgação/UFC)

Apesar de acreditar que a torcida possa influenciar no desempenho de Miocic, Cigano não espera vida fácil dentro do octógono. Ao analisar as características de seu oponente, o brasileiro fez questão de elogiar as habilidades do croata-americano. Cigano ressaltou a qualidade de Miocic no boxe e sua capacidade para mudar de jogo caso não esteja se saindo bem na trocação.

- Ele é um cara que vem do wrestling, mas prioriza o boxe e é muito bom. Ele tem todas as condições de aceitar a luta em pé e entrar para a trocação, mas acho que ele não vai fazer isso. A partir do momento que ele sentir um golpe, ele vai tentar fazer o wrestling dele, pois consegue boas quedas. Acho que ele vai vir fazendo um teste: Se der certo em pé, tudo bem. Se não, ele vai para as quedas - projetou o brasileiro.

Junior Cigano e Stipe Miocic se enfrentam na luta principal do TUF Brasil 3 Finale, que está marcado para o dia 31 de maio, no Ginásio Ibirapuera, em São Paulo. Além do duelo entre os pesos-pesados, o evento conta também com as duas finais da terceira temporada do reality show no país.

Confira abaixo um bate-bola com Junior Cigano:
Você sente pressão por fazer a luta principal de um evento no Brasil?
Pode ser que eu sinta essa pressão. Realmente a galera gosta de ver um show, mas ainda não estou sentindo (pressão). Na verdade estou feliz por poder estar lutando aqui no Brasil.

O que os fãs podem esperar do duelo entre você e Miocic?
Acho que ele é um excelente adversário, que gosta da trocação também, então quem ganhou com isso foram os brasileiros, a torcida que vai estar presente lá no Ibirapuera. Porque quando dois pesos-pesados que gostam de lutar em pé ficam trocando socos ali, alguém acaba sendo nocauteado. E isso que a galera gosta de ver: um bom nocaute, uma boa luta. A gente tem tudo para proporcionar isso.

Cigano encara Miocic em maio (FOTO: Luis Fernando Coutinho/LANCE!Press)

Como tem sido sua preparação para o confronto?
Estou treinando várias coisas diferentes, para poder usar o jiu-jitsu e o muay thai também. A vontade de dar um show aqui no Brasil é grande e é por isso que estou me dedicando cada vez mais nos treinamentos. Podem ter certeza que alguma surpresa pode sair nessa luta.

Quais mudanças você pretende mostrar na sua próxima luta?
Estou tentando evoluir, tentando aprender e estou buscando sempre melhorar. Quero ser um lutador mais completo para impor desafios maiores aos meus oponentes, e poder me manter no topo da categoria por muito tempo. Quem sabe até voltar a ser campeão em breve.