icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
26/04/2014
08:00

Ciente da vontade de Renato, atualmente no Botafogo, retornar ao Santos para encerrar a carreira, a diretoria do Peixe adota cautela. Embora não descartem a volta do jogador, os dirigentes apontam uma série de motivos para recusar o atleta.

Renato vem sendo pouco utilizado no Botafogo, está na reserva e, próximo de completar 35 anos, tem um problema crônico no quadril. Cartolas do Peixe entendem que seu desempenho está bem abaixo do que na primeira passagem e lembram que o clube tem muitas opções para o setor (Alan Santos, Alison, Arouca, Cícero, Leandrinho e Lucas Otávio são as principais).

Por outro lado, o fato de Renato aceitar ganhar por produtividade joga a favor do volante, que tem ótima relação com o técnico Oswaldo de Oliveira. Assim, um contrato curto, até o fim do ano, não é visto como fora da realidade.

O vínculo do veterano atleta com o Botafogo acaba em 30 de junho e não deve ser renovado. Para tê-lo antes disso, porém, o Peixe precisaria negociar a liberação com o clube carioca.