icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
27/07/2013
18:57

Cesar Cielo começa na madrugada deste domingo a sua primeira grande competição deste ciclo olímpico. A partir das 5h (de Brasília), ele disputará as eliminatórias dos 50m borboleta no Mundial de Barcelona - prova da qual sagrou-se campeão na última edição do torneio, em Xangai-2011.

Será também a oportunidade inicial para que Cielo teste seus joelhos. Após o desempenho abaixo da expectativa nos Jogos Olímpicos de Londres, nos quais conquistou a medalha de bronze nos 50m livre, o nadador passou por uma cirurgia para reparar lesões nos dois joelhos.

Desde então, o nadador não mostrou o domínio com o qual nos acostumamos. Mesmo assim, projeta cravar boas marcas tanto nos 50m borboleta quanto nos 50m livre, a outra prova que integra o seu programa em Barcelona.

- O meu objetivo nas duas provas é buscar os melhores tempos da minha vida. É tentar abaixar o tempo no borboleta e melhorar a minha marca no livre - afirmou Cielo.

Por enquanto, Cielo ocupa lugares modestos no ranking mundial, para o seu padrão, nas provas que disputará em Barcelona.

É o sexto colocado em 2013 nos 50m borboleta, com 23s15 (o líder é Fredérick Bousquet, com 23s). Na sua especialidade, os 50m livre, é quarto colocado, e tem 21s57 como melhor marca. Nathan Adrian é o melhor, com 21s47.

Por conta do desgaste e para poupar os joelhos, Cielo abriu mão de nadar nesta temporada uma prova que integrou seu programa nos últimos grandes torneios, os 100m livre. Também não fará parte de nenhum revezamento brasileiro, o que já havia feito no Mundial de Xangai-2011 e na Olimpíada de Londres-2012.

Nicholas Santos tenta 'dobradinha'

Após sagrar-se campeão mundial dos 50m borboleta em Istambul (TUR), em piscina curta (25m), Nicholas Santos voltará à agua, agora em piscina longa (50m), para tentar "unificar" os títulos. Ele será o outro representante do país na prova, cuja eliminatória ocorrerá também na madrugada deste domingo.

Nicholas carrega consigo um histórico melhor do que Cielo nesta temporada nos 50m borboleta. Ele é o segundo colocado do ranking mundial da prova em 2013, com os 23s05 obtidos no Troféu Maria Lenk, em abril. À frente dele, só Fredérick Bousquet, cinco centésimos mais rápido.

Além da dupla dos 50m borboleta, entra em cena na próxima madrugada o revezamento 4x100m brasileiro, composto por Marcelo Chierighini, Fernando Santos, Nicolas Oliveira e Vinícius Waked. Daynara de Paula, nos 100m borboleta, é outra a cair na água na abertura da natação no Palau Sant Jordi.

Cesar Cielo começa na madrugada deste domingo a sua primeira grande competição deste ciclo olímpico. A partir das 5h (de Brasília), ele disputará as eliminatórias dos 50m borboleta no Mundial de Barcelona - prova da qual sagrou-se campeão na última edição do torneio, em Xangai-2011.

Será também a oportunidade inicial para que Cielo teste seus joelhos. Após o desempenho abaixo da expectativa nos Jogos Olímpicos de Londres, nos quais conquistou a medalha de bronze nos 50m livre, o nadador passou por uma cirurgia para reparar lesões nos dois joelhos.

Desde então, o nadador não mostrou o domínio com o qual nos acostumamos. Mesmo assim, projeta cravar boas marcas tanto nos 50m borboleta quanto nos 50m livre, a outra prova que integra o seu programa em Barcelona.

- O meu objetivo nas duas provas é buscar os melhores tempos da minha vida. É tentar abaixar o tempo no borboleta e melhorar a minha marca no livre - afirmou Cielo.

Por enquanto, Cielo ocupa lugares modestos no ranking mundial, para o seu padrão, nas provas que disputará em Barcelona.

É o sexto colocado em 2013 nos 50m borboleta, com 23s15 (o líder é Fredérick Bousquet, com 23s). Na sua especialidade, os 50m livre, é quarto colocado, e tem 21s57 como melhor marca. Nathan Adrian é o melhor, com 21s47.

Por conta do desgaste e para poupar os joelhos, Cielo abriu mão de nadar nesta temporada uma prova que integrou seu programa nos últimos grandes torneios, os 100m livre. Também não fará parte de nenhum revezamento brasileiro, o que já havia feito no Mundial de Xangai-2011 e na Olimpíada de Londres-2012.

Nicholas Santos tenta 'dobradinha'

Após sagrar-se campeão mundial dos 50m borboleta em Istambul (TUR), em piscina curta (25m), Nicholas Santos voltará à agua, agora em piscina longa (50m), para tentar "unificar" os títulos. Ele será o outro representante do país na prova, cuja eliminatória ocorrerá também na madrugada deste domingo.

Nicholas carrega consigo um histórico melhor do que Cielo nesta temporada nos 50m borboleta. Ele é o segundo colocado do ranking mundial da prova em 2013, com os 23s05 obtidos no Troféu Maria Lenk, em abril. À frente dele, só Fredérick Bousquet, cinco centésimos mais rápido.

Além da dupla dos 50m borboleta, entra em cena na próxima madrugada o revezamento 4x100m brasileiro, composto por Marcelo Chierighini, Fernando Santos, Nicolas Oliveira e Vinícius Waked. Daynara de Paula, nos 100m borboleta, é outra a cair na água na abertura da natação no Palau Sant Jordi.