icons.title signature.placeholder Leo Burlá
20/06/2014
10:05

Além de uma vitória que pode garantir de forma antecipada uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo, a partida diante da Suíça, sexta, 16h, na Fonte Nova, pode representar um feito histórico para os franceses.

Se a seleção comandada por Didier Deschamps conseguir furar ao menos uma vez o bloqueio adversário, a França vai atingir seu 100º gol na História dos Mundiais.

Em 13 participações, o jogador que mais contribuiu com esta estatística foi Just Fontaine. Com 13 gols marcados na Copa de 1958, o ex-atacante ainda detém o recorde de maior número de gols em uma mesma edição do torneio.

Apesar do desempenho de Fontaine, Zinedine Zidane marcou os mais importantes gols do futebol francês. Contra o Brasil, duas cabeçadas certeiras ajudaram os donos da casa a levantar a Copa de 98. Com o jogo já decidido, Petit fechou o placar.

No que depender do local do jogo, a marca será atingida. Em duas partidas disputadas até aqui, a Fonte Nova já viu a rede balançar 10 vezes.

- Essa chuva de gols da Fonte Nova é fruto da energia positiva da Bahia. Isso tudo também nos dá ainda mais visibilidade - disse Ney Campello, secretário estadual da Copa do Mundo.

Está nos pés dos franceses e dos suíços a manutenção da média de cinco gols por jogo na Fonte Nova.