icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2013
18:02

Em votação realizada na Alemanha, os moradores da cidade de Munique, sede dos Jogos Olímpicos de 1972, disseram não à candidatura para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022. O pleito foi realizado no último fim de semana e apontou mais de 52% de votos contrários ao projeto olímpico. Curiosamente, em setembro deste ano, o belga Jacques Rogge deu lugar ao alemão Thomas Bach na presidência do Comitê Olímpico Internacional (COI).

De acordo com o o deputado do Partido Verde,  Ludwig Hartman, uma das pessoas que se posicionava de forma contrária à candidatura, a decisão da população de Munique não foi um golpe contra o esporte. Para o político, o ato foi uma demonstração contra a falta de transparência na organização desse tipo de evento.

Esta quinta-feira é o último dia para as cidades interessadas apresentarem suas candidaturas. A tendência é a de que Oslo, na Noruega, Pequim, na China, e Lviv, na Ucrânia, sejam as postulantes aos Jogos de 2022.

No próximo ano, os Jogos Olímpicos de Inverno serão realizados em Sochi, na Rússia. A edição de 2018 está programada para Pyeongchang, na Coreia do Sul.