icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/11/2014
07:35

Enfim, depois de dois títulos cariocas, as contratações de Loco Abreu e Seedorf e, provavelmente, o segundo rebaixamento da história do Botafogo, o dia 25 de novembro é o último dia de Mauricio Assumpção no comando do clube de General Severiano. A eleição presidencial, que conta com quatro candidatos, será nesta terça-feira, entre 9h e 21h, na sede histórica do Glorioso.

Logo depois desse horário, começará a apuração e, no fim do dia, os alvinegros deverão saber quem comandará o clube nos próximos três anos, assumindo já no dia seguinte. Os candidatos são Carlos Eduardo Pereira (Chapa Ouro), Carlos Thiago Cesário Alvim (Chapa Azul), Marcelo Guimarães (Chapa Cinza) e Vinícius Presidente (Chapa Alvinegra).

Devido à péssima situação em que o clube se encontra atualmente, os quatro candidatos se dizem de oposição a Mauricio Assumpção e não pediram o apoio dele nas respectivas campanhas presidenciais. Esvaziado, Mauricio tampouco manifestou qualquer tipo de simpatia por qualquer um dos candidatos, mesmo com alguns deles tendo participado de sua gestão.

Existe até mesmo a dúvida sobre a presença dele em General Severiano hoje para votar. Caso apareça na sede alvinegra, existe a possibilidade de ser vaiado e criticado pelos sócios do Glorioso.

Quem assumir, encontrará um clube com um pé na Série B e entre R$ 700 e 800 milhões em dívidas. Em entrevistas feitas pelo LANCE!Net com os candidatos, publicadas nos últimos dias, todos disseram que a dívida pode ser paga, mas pregaram um ano de austeridade financeira em 2015. Depois da saída do Ato Trabalhista, o clube tem todas as suas receitas penhoradas. Mas o Botafogo deve voltar em breve ao Ato.

O horizonte é negro. Ou Alvinegro. Sorte a quem for eleito.

Menos de dois mil sócios estão aptos a votar

Apesar de ter uma torcida de 3,4 milhões de alvinegros – números da 5 Pesquisa LANCE!-Ibope, divulgada em agosto deste ano –, o universo votante do Botafogo abriga apenas 1.795 sócios aptos a votar.

A lista com todos os nomes que estão liberados para participarem do pleito de hoje foi publicada pelo site oficial alvinegro no último dia 14.

Nas últimas eleições, realizadas em 2011, Mauricio Assumpção foi reeleito para o segundo mandato com 719 votos dos 1.007 eleitores que compareceram a General Severiano. Na ocasião, ele derrotou Carlos Eduardo Pereira, hoje candidato à presidência pela Chapa Ouro. Na primeira vez que venceu, em 2009, Mauricio foi eleito em chapa única.

Para efeito de comparação, o Vasco contou com cerca de 5.500 votantes na eleição que pôs Eurico Miranda novamente à frente do clube.