icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
30/07/2013
18:01

O Centro Atleticano de Memória 'capturou' mais um item histórico da campanha vitoriosa do Galo na Libertadores. Trata-se do par de chuteiras usadas pelo goleiro Victor em quase toda a competição. O herói alvinegro usou o pé esquerdo da peça para impedir o pênalti de Riascos do Tijuana, nas quartas de final.

Emmerson Maurílio, gerente de multimídia do Atlético-MG, também cuida do C.A.M e explicou que, além das chuteiras de Victor, outra peça inusitada que fará parte do Centro é o par de cartões (vermelho e amarelo) usado pelo juiz Wilmar Roldán na decisão da Libertadores. Além disso, a bola da final da competição também foi recolhida.

Na final, Victor usou um novo par de calçados da Adidas, verde e amarelo. Mas o mesmo acabou tento a mesma sorte do que o antigo, já que o camisa 1 também defendeu o primeiro pênalti do Olimpia de pé.

O Centro Atleticano de Memória 'capturou' mais um item histórico da campanha vitoriosa do Galo na Libertadores. Trata-se do par de chuteiras usadas pelo goleiro Victor em quase toda a competição. O herói alvinegro usou o pé esquerdo da peça para impedir o pênalti de Riascos do Tijuana, nas quartas de final.

Emmerson Maurílio, gerente de multimídia do Atlético-MG, também cuida do C.A.M e explicou que, além das chuteiras de Victor, outra peça inusitada que fará parte do Centro é o par de cartões (vermelho e amarelo) usado pelo juiz Wilmar Roldán na decisão da Libertadores. Além disso, a bola da final da competição também foi recolhida.

Na final, Victor usou um novo par de calçados da Adidas, verde e amarelo. Mas o mesmo acabou tento a mesma sorte do que o antigo, já que o camisa 1 também defendeu o primeiro pênalti do Olimpia de pé.