icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/06/2014
21:13

A Copa do Mundo já começou e nesta sexta-feira quem inicia a trajetória na competição são Chile e Austrália, às 19h, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT). O duelo coloca frente a frente logo de cara dois times que farão de tudo para serem surpresa já na fase de grupos, ao tentar desbancar Espanha e Holanda.

RECUPERAÇÃO INCRÍVEL PARA INÍCIO PROMISSOR

Antes de a Copa do Mundo começar, o Chile tinha um grande problema a resolver: como Jorge Sampaoli montaria um time sem o volante Arturo Vidal, da Juventus. No entanto, com a recuperação relâmpago do jogador dá um alento para torcida e treinador, já que ele deve ser titular no duelo diante da Austrália.

Vista como candidata a surpresa à Copa do Mundo, a seleção chilena sabe que se não vencer a primeira rodada, terá tarefa muito complicada diante de Espanha e Holanda. É começar vencendo ou praticamente dar adeus às oitavas de final!

SONHO É REPETIR 2006

Reconhecida como a quarta força do Grupo B, a Austrália quer repetir a campanha de 2006, quando alcançou pela primeira e única vez as oitavas de final da Copa do Mundo. Na ocasião, os Socceroos já tinham o atacante Tim Cahill como referência e apostam nele para repetir o feito em uma das chaves mais difíceis da competição.

No entanto, para sonhar com qualquer coisa, a Austrália terá de vencer o Chile nesta sexta-feira. Para isso, no entanto, não deve se expor muito e explorar os contra-ataques durante os 90 minutos.

- Você pode ver individualmente que os jogadores chilenos são muito técnicos, muito rápidos e muito fortes. Nossa ideia é que eles vão estar tentando nos pressionar e agir rápido por muito tempo. Isso é algo que temos de estar conscientes e trabalhar nesta semana. É algo que eles são conhecidos por jogar dessa forma, e há certos aspectos do tipo de futebol deles que nós temos que nos aprimorar para defender - afirmou o meia Mark Bresciano em entrevista à Fox Sports.

O JOGO
CHILE X AUSTRÁLIA

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data/hora: 13/6/2014, às 19h (Horário de Brasília)
Árbitro: Noumandiez Doue (CIV)

CHILE: Jhonny Herrera, Gary Medel, Silva, José Rojas e Mena; Vidal (Díaz), Carmona, Isla, Alexis Sánchez; Vargas e Paredes (Valdivia) - Técnico: Jorge Sampaoli.

AUSTRÁLIA: Mat Ryan, Franjic, Wilkinson, Spiranovic e Millingan; Jedinak, Vidosic, Leckie e Oar; Tim Cahill - Técnico: Ange Postecoglou.