icons.title signature.placeholder Marcelo Braga
icons.title signature.placeholder Marcelo Braga
19/07/2013
09:05

Depois de anunciar a renovação de Emerson Sheik até julho de 2015, muitos corintianos questionam: Chicão também vai renovar?

O zagueiro está no Corinthians desde 2008 e seu contrato acaba no fim deste ano. Após o título da Recopa, sem ter entrado em nenhum dos jogos, o camisa 3 disse que ainda não tinha nenhuma nova conversa agendada entre as partes.

– Está do mesmo jeito, o clube fez uma proposta, conversei, me deixaram tranquilos para resolver o que quero. Vamos conversar agora para ver o que resolvemos – disse o zagueiro, após o jogo, ao LANCE!Net.

No primeiro contato sobre renovação, a diretoria ofereceu-lhe um ano de renovação. O jogador, porém, quer mais tempo. No caso de Sheik, o impasse era semelhante. O atacante queria renovar por dois anos, enquanto o clube oferecia um. A solução: renovação por um ano e meio.

– (Risos) Isso (um ano e meio) depende deles, esto bastante tranquilo, sei do meu potencial e vou continuar fazendo o meu trabalho. O que tiver que ser, será – concluiu Chicão.

Depois de anunciar a renovação de Emerson Sheik até julho de 2015, muitos corintianos questionam: Chicão também vai renovar?

O zagueiro está no Corinthians desde 2008 e seu contrato acaba no fim deste ano. Após o título da Recopa, sem ter entrado em nenhum dos jogos, o camisa 3 disse que ainda não tinha nenhuma nova conversa agendada entre as partes.

– Está do mesmo jeito, o clube fez uma proposta, conversei, me deixaram tranquilos para resolver o que quero. Vamos conversar agora para ver o que resolvemos – disse o zagueiro, após o jogo, ao LANCE!Net.

No primeiro contato sobre renovação, a diretoria ofereceu-lhe um ano de renovação. O jogador, porém, quer mais tempo. No caso de Sheik, o impasse era semelhante. O atacante queria renovar por dois anos, enquanto o clube oferecia um. A solução: renovação por um ano e meio.

– (Risos) Isso (um ano e meio) depende deles, esto bastante tranquilo, sei do meu potencial e vou continuar fazendo o meu trabalho. O que tiver que ser, será – concluiu Chicão.