icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2013
00:55

A derrota por 2 a 0 diante do São Paulo, no Estádio Novelli Junior, em Itu, na noite de quarta-feira, adiou por mais um jogo a tranquilidade do Flamengo no Campeonato Brasileiro, mas não afetaram muito os planos da equipe. A única coisa que tirou alguns jogadores do sério foi o juiz Alício Pena Júnior, que assinalou uma penalidade contra o Rubro-Negro.

- Não sei se foi pênalti, não interferiu no resultado da partida, pois ainda estava 0 a 0. Mas desde o início do jogo ele me xingou, e é complicado pegar um árbitro que chama o time do Flamengo de fraco, que manda a gente "chupar" porque o São Paulo está ganhando. Ele já prejudicou muitas equipes em que eu joguei. É só puxar o histórico dele. Ele não passa de um babaca e não pode apitar jogos do Campeonato Brasileiro - esbravejou o zagueiro.

Com 45 pontos, em 12º lugar na tabela, o Rubro-Negro busca ao menos um empate contra o Grêmio, domingo, para se livrar definitivamente do risco de rebaixamento. Por isso, o time pode ser escalado com alguns reservas. Para Chicão, a decisão só será acertada se surtir resultado na decisão da Copa do Brasil.

- Se vai ser bom poupar contra o Grêmio ainda é cedo para falar, pois só saberemos se surtiu efeito se conseguimos um bom resultado contra o Atletico-PR - finalizou o camisa 3.

O Rubro-Negro retorna ao Rio de Janeiro no início da tarde desta quinta-feira, volta aos treinos na sexta à tarde e viaja para Porto Alegre, para encarar o Grêmio, domingo, antes do primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil diante do Atlético-PR, no Paraná.

Ceni desencanta e São Paulo vence o Flamengo em Itu