icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
19/02/2015
17:59

Na tarde desta quinta-feira, o Chelsea anunciou a suspensão de três torcedores envolvidos num incidente no metrô de Paris na última terça-feira. O trio está proibido de frequentar o Stamford Bridge, estádio do time inglês, por tempo indeterminado. E segundo comunicado oficial, a punição pode ser estendida de forma vitalícia.

Além de entoarem cânticos racistas, os torcedores em questão impediram um homem negro de entrar no vagão do metrô. A diretoria dos Blues está trabalhando junto com as autoridades responsáveis pela investigação do caso e agradeceu a ajuda dos demais torcedores.

- Nós recebemos informação substancial e somos gratos aos muitos torcedores do Chelsea que nos ajudaram até agora. Se for entendido que há evidência suficiente do envolvimento deles no incidente, o clube vai decretar uma ordem de banimento para o resto da vida – diz o comunicado divulgado.

O música cantada pelo trio dizia "nós somos racistas e essa é a maneira que nós gostamos". De acordo com as informações do jornal Guardian, um dos envolvidos seria Josh Parsons, de 21 anos, detentor de ingressos para toda a temporada de jogos do Chelsea. Seu irmão mais novo também estaria presente no acontecimento.

O incidente durou entre seis e sete minutos e foi gravado por outro passageiro na plataforma da estação de metrô Richelieu-Drouot antes da partida entre o Chelsea e o Paris Saint-Germain pela Liga dos Campeões, no Parque dos Príncipes, na capital francesa.