icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/11/2014
09:17

Na última quinta-feira, o astro do Barcelona, Lionel Messi, declarou que a vontade de ficar no Barcelona continua, mas afirmou que ''no futebol, acontecem muitas coisas e nem tudo ocorre como queremos''. A declaração fez jornais e rádios da Catalunha buscarem informações a fundo sobre a possível saída do camisa 10 argentino. Segundo o jornal ''Sport'', quatro gigantes europeus estão de olho na atual situação do único jogador a ganhar quatro vezes o prêmio Bola de Ouro da Fifa: Chelsea, PSG, Manchester City e Inter de Milão miram a contratação do craque.

De acordo com o veículo espanhol, apenas esses quatro clubes possuem o poderio financeiro para adquirir Lionel Messi, já que as exigências, tanto do argentino, quanto do Barcelona, são altíssimas. Porém, Chelsea, PSG, City e Inter são times comandados por magnatas, e dinheiro não é problema para nenhuma das equipes. O valor que o clube Culé pede pelo camisa 10 gira em torno de 250 milhões de euros (807,9 milhões de reais).

Um dos clubes que mais gastou nas últimas janelas de transferência, incluindo contratações badaladas como Ibrahimovic, Thiago Silva, David Luiz, Cavani e Lucas, o PSG é nome corriqueiro quando se trata sobre especulações sobre Lionel Messi. O clube francês tem como objetivo vencer a Liga dos Campeões, e a aquisição do calibre do astro argentino seria crucial para os objetivos do time de Paris. Apesar disso, para o ''Sport'', um sinal verde do craque é o único fator que impede a investida do PSG.

Na disputa, Chelsea e Manchester City tem os mesmos trunfos para tentar a contratação de 'La Pulga'. Dinheiro não falta, e a Premier League, além dos dois clubes sempre estarem disputando a Champions League, são as armas que os ingleses podem usar para levar o argentino. O City pode contar também com seu atacante, Sérgio Agüero, amigo pessoal de Lionel, algo que pode pesar na decisão do compatriota.

Correndo por fora, a Inter de Milão, que nos últimos anos não fez grandes temporadas, tanto na Europa, quanto na própria Itália. Em contrapartida, o magnata indonésio, Erich Tohir, promete investir pesado no clube italiano nas próximas janelas. A chega de Roberto Mancini, tricampeão no time de Milão, é um dos fatores que animam o empresário para uma investida deste porte.