icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/02/2015
19:35

Um resultado com a cara do Chelsea. Nesta terça-feira, no Parc des Princes, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, os Blues não fizeram nada além de tentar amarrar a partida. A missão foi cumprida. O empate com o Paris Saint-Germain em 1 a 1 ficou de bom tamanho para os londrinos.

Os times voltam a se enfrentar no dia 11 de março, em Stamford Bridge. O Chelsea já começa classificado. Já qualquer igualdade superior ao placar desta terça-feira leva os franceses à fase seguinte da competição.

O Chelsea foi montado para irritar os adversários em duelos mais difíceis. Os jogadores cumprem à risca as ordens do técnico José Mourinho. O time pode passar um jogo inteiro sem criar nada, mas chegará com perigo pelo menos uma vez. Contra o PSG, uma jogada que reflete a ideia do treinador: cruzamento de Terry, desvio de Cahill e conclusão de Ivanovic. Em três toques, os zagueiros curtem uma de atacante, 'enganam' o rival e deixam os Blues na frente do marcador.

O Paris Saint-Germain fez o que dele se esperava no primeiro tempo. Tomou a iniciativa, estudou o adversário e conseguiu penetrar três vezes. Para o azar dos franceses, o goleiro Cortouis pegou todas.

Os Blues tentaram amarrar ainda mais a partida na segunda etapa. O famoso "ônibus" encostado à frente da área dava pinta de que estacionaria em campo a qualquer momento. No entanto, numa falha da defesa inglesa, Cavani, livre de marcação, subiu de cabeça e deixou tudo igual na Cidade Luz.

Na sequência, o Chelsea não se arriscou. Já o PSG, ao contrário, teve mais ousadia. Cavani e Ibrahimovic tiveram a chance de virar o marcador, mas erraram as conclusões.