icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/11/2013
19:44

Nova zebra! Derrotado pela Basel, em Londres, na primeira rodada da competição, Chelsea volta a jogar mal contra time suíço, e, graças a gol nos minutos finais, de Salah, conhece seu segundo insucesso na competição diante do rival de Basiléia. Com a derrota por 1 a 0, os Azuis se mantiveram na primeira colocação do Grupo E, mas mesmo assim estão garantidos nas oitavas de final.

Isso porque no outro jogo do grupo, Steaua Bucareste e Schalke ficaram no 0 a 0. Como Basel e Schalke se enfrentam na última rodada, não há como o Chelsea perder a vaga. Os ingleses estão, neste momento, com nove pontos contra oito dos suíços e sete dos alemães. O Steaua, já eliminado, tem somente três pontos. 

Os brasileiros, Ramires, Oscar e William tiveram atuações apáticas no confronto. Lesionado, David Luiz não foi relacionado para o embate.

CHELSEA NÃO JOGA

Diante de um Chelsea apático, o Basel começou a partida tomando para si as redéas do confronto. A primeira oportunidade do time suíço surgiu logo aos dois minutos de jogo em cobrança de falta lateral de Xhaka, que obrigou Cech a fazer boa defesa. Aos 13, novo boa chance: Stocker cobra escanteio, para desvio de cabeça de Ivanov e corte quase em cima da linha de Obi Mikel para evitar o primeiro gol da partida.

Aos 22, o Basel criou aquele que seria a sua melhor oportunidade na etapa inicial. Salah aproveita bola mal rebatida e já de dentro da área chuta com efeito obrigando Cech a fazer defesa espetacular. Após esse lance, o ímpeto ofensivo do time suíço caiu drasticamente e a primeiro tempo de partida terminou sem mais emoções.

Antes do intervalo, Eto'o caiu no gramado acusando lesão muscular e teve que cedeu seu lugar no campo de jogo para o atacante espanhol de Fernando Torres, retornando ao time após estadia no departamento médico do clube.

GOL NO FIM DECIDE CONFRONTO

A paciência do técnico José Mourinho com a atuação fraca do Chelsea durou apenas até aos 10 minutos da segunda etapa. Pior para o Oscar, que foi o escolhido pelo comandante português para sair e dar lugar para entrada de Hazard no time, em sua tentativa de mudar o panorama da partida.

Com a substituição, o time londrino apresentou melhora apenas sutil. Apesar de assumir o domínio das ações do jogo, os azuis ainda não encontravam inspiração para ameaçar a meta defendida por Sommer.

O castigo por uma atuação chegou para o Chelsea aos 42 minutos da etapa final. Salah recebeu lançamento por trás de Ivanovic, deixou o sérvio para trás e tocou com categoria na saída de Cech para abrir o placar: 1 a 0 Basel. Não havia mais tempo para reação londrina.