icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2013
20:10

Mais de 105 anos se passaram e o atleticano terá a chance de ver, enfim, seu time erguer a Taça Libertadores da América. Na noite desta quarta-feira, às 21h50, Atlético-MG e Olimpia realizam o segundo e decisivo jogo da final continental. O Mineirão será o palco que receberá as equipes. Do Gigante da Pampulha sairá aquele que vai ao Marrocos no final do ano para disputar o mundial. No duelo de ida, no Defensores del Chaco, vitória por 2 a 0 dos paraguaios. Triunfo este que não desanimou o time atleticano, que segue motivado para reverter o quadro e sagrar-se campeão.

De um lado do duelo, os visitantes chegaram do Paraguai prometendo armar uma retranca e segurar o resultado que lhes garanta o quarto título da Liberta. Os 2 a 0 feitos no jogo de ida, em Assunção, deixaram os paraguaios confiantes de que podem soltar o grito dentro de Minas Gerais. Já no lado anfitrião, o Atlético-MG rebate a desvantagem de dois gols com cerca de 60 mil vozes apoiando o time na briga pelo seu primeiro caneco.

E MAIS:
> Ronaldinho pode ser o quarto brasileiro a ganhar a Champions e Libertadores
> Motivado, craque quer encurralar Olimpia no Mineirão e fazer história
> Torcedor anônimo deixa mensagem na entrada da Cidade do Galo
> Galo encerra preparação e profissionais da imprensa lotam CT em Vespasiano

CONFIANÇA TOTAL

Assim como foi durante a semana posterior à derrota para o Newell's, em Rosário, jogadores, diretoria, comissão técnica e torcedores não jogaram a toalha. A semana de preparação do Atlético foi de extremo otimismo e confiança no título. Após dois treinamentos fechados no estádio do Mineirão, Cuca encerrou as atividades do Galo na tarde de terça-feira na Cidade do Galo. Ronaldinho Gaúcho falou sobre a motivação em retribuir o carinho da torcida desde que chegou ao Galo.

- Estou muito motivado, pois essa é a chance de entrar para a história do clube, de dar alegria para o torcedor que sempre me recebeu bem aqui. A motivação é essa - comentou o craque.

Sem os dois laterais (Marcos Rocha e Richarlyson) titulares, suspensos, Cuca deverá escalar Michel e Júnior César para compor os flancos. No meio, Josué permanece na vaga de Leandro Donizete, ainda contundido, e o ataque ganha muito com a retorno de Bernard, voltando de suspensão.


RETRANCA TOTAL

A equipe do Olimpia realizou na tarde desta terça-feira seu primeiro e único treinamento em solo brasileiro antes de encarar o Galo. A atividade foi realizada na Toca da Raposa II, mas, assim como Cuca fez nas atividades do final de semana, o treinador preferiu impedir o acesso da imprensa ao campo de jogo.

Ainda sem definir as laterais do time paraguaio, Almeida deverá escalar a equipe no esquema 5-4-1, pretendendo imprimir uma forte retranca nos 90 minutos. Na lateral direita, Ever poderá utilizar Candia ou Mazacotte, que ficaria com a função de marcar o garoto Bernard. No lado oposto, a dúvida do treinador é entre Benítez (titular no jogo de ida) e Enrique Meza, opção para reforçar o poder defensivo do time. Cauteloso, o técnico uruguaio revela que o objetivo permanece sendo levar a taça para casa, mas não esconde a possibilidade de falhar.

- Nós somos profissionais. Dizia que tinha medo dessa partida, mas tenho ainda mais em falhar com a torcida do Olimpia. Essa torcida esperançosa que sempre nos acompanha. A equipe está bem, vamos buscar a quarta taça, mas futebol é futebol - falou o treinador.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X OLIMPIA
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 24/07/2013, às 21h50
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Auxiliares: Humberto Clavijo e Eduardo Ruiz

ATLÉTICO-MG: Victor, Michel, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre, Josué, Ronaldinho, Bernard; Diego Tardelli e Jô. Técnico: Cuca

OLIMPIA: Martín Silva; Candia (Ricardo Mazacotte), Manzur, Hermínio Miranda e Benítez (Enrique Meza); Eduardo Aranda, Wilson Pittoni, Matías Gimenez, Alejandro Silva, Juan Manuel Salgueiro e Fredy Bareiro. Técnico: Ever Almeida

Mais de 105 anos se passaram e o atleticano terá a chance de ver, enfim, seu time erguer a Taça Libertadores da América. Na noite desta quarta-feira, às 21h50, Atlético-MG e Olimpia realizam o segundo e decisivo jogo da final continental. O Mineirão será o palco que receberá as equipes. Do Gigante da Pampulha sairá aquele que vai ao Marrocos no final do ano para disputar o mundial. No duelo de ida, no Defensores del Chaco, vitória por 2 a 0 dos paraguaios. Triunfo este que não desanimou o time atleticano, que segue motivado para reverter o quadro e sagrar-se campeão.

De um lado do duelo, os visitantes chegaram do Paraguai prometendo armar uma retranca e segurar o resultado que lhes garanta o quarto título da Liberta. Os 2 a 0 feitos no jogo de ida, em Assunção, deixaram os paraguaios confiantes de que podem soltar o grito dentro de Minas Gerais. Já no lado anfitrião, o Atlético-MG rebate a desvantagem de dois gols com cerca de 60 mil vozes apoiando o time na briga pelo seu primeiro caneco.

E MAIS:
> Ronaldinho pode ser o quarto brasileiro a ganhar a Champions e Libertadores
> Motivado, craque quer encurralar Olimpia no Mineirão e fazer história
> Torcedor anônimo deixa mensagem na entrada da Cidade do Galo
> Galo encerra preparação e profissionais da imprensa lotam CT em Vespasiano

CONFIANÇA TOTAL

Assim como foi durante a semana posterior à derrota para o Newell's, em Rosário, jogadores, diretoria, comissão técnica e torcedores não jogaram a toalha. A semana de preparação do Atlético foi de extremo otimismo e confiança no título. Após dois treinamentos fechados no estádio do Mineirão, Cuca encerrou as atividades do Galo na tarde de terça-feira na Cidade do Galo. Ronaldinho Gaúcho falou sobre a motivação em retribuir o carinho da torcida desde que chegou ao Galo.

- Estou muito motivado, pois essa é a chance de entrar para a história do clube, de dar alegria para o torcedor que sempre me recebeu bem aqui. A motivação é essa - comentou o craque.

Sem os dois laterais (Marcos Rocha e Richarlyson) titulares, suspensos, Cuca deverá escalar Michel e Júnior César para compor os flancos. No meio, Josué permanece na vaga de Leandro Donizete, ainda contundido, e o ataque ganha muito com a retorno de Bernard, voltando de suspensão.


RETRANCA TOTAL

A equipe do Olimpia realizou na tarde desta terça-feira seu primeiro e único treinamento em solo brasileiro antes de encarar o Galo. A atividade foi realizada na Toca da Raposa II, mas, assim como Cuca fez nas atividades do final de semana, o treinador preferiu impedir o acesso da imprensa ao campo de jogo.

Ainda sem definir as laterais do time paraguaio, Almeida deverá escalar a equipe no esquema 5-4-1, pretendendo imprimir uma forte retranca nos 90 minutos. Na lateral direita, Ever poderá utilizar Candia ou Mazacotte, que ficaria com a função de marcar o garoto Bernard. No lado oposto, a dúvida do treinador é entre Benítez (titular no jogo de ida) e Enrique Meza, opção para reforçar o poder defensivo do time. Cauteloso, o técnico uruguaio revela que o objetivo permanece sendo levar a taça para casa, mas não esconde a possibilidade de falhar.

- Nós somos profissionais. Dizia que tinha medo dessa partida, mas tenho ainda mais em falhar com a torcida do Olimpia. Essa torcida esperançosa que sempre nos acompanha. A equipe está bem, vamos buscar a quarta taça, mas futebol é futebol - falou o treinador.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X OLIMPIA
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 24/07/2013, às 21h50
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Auxiliares: Humberto Clavijo e Eduardo Ruiz

ATLÉTICO-MG: Victor, Michel, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre, Josué, Ronaldinho, Bernard; Diego Tardelli e Jô. Técnico: Cuca

OLIMPIA: Martín Silva; Candia (Ricardo Mazacotte), Manzur, Hermínio Miranda e Benítez (Enrique Meza); Eduardo Aranda, Wilson Pittoni, Matías Gimenez, Alejandro Silva, Juan Manuel Salgueiro e Fredy Bareiro. Técnico: Ever Almeida