icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena e Thiago Ferri
19/11/2014
08:03

Foram 1.594 dias de saudade, mas a espera do palmeirense está no fim: às 22h desta quarta-feira, contra o Sport, o Verdão voltará a jogar em sua casa. No lugar do antigo Palestra Itália, está o novo Allianz Parque, que receberá 39 mil pessoas nesta noite. A arena alviverde já pode ser considerada uma das mais modernas do mundo, tanto que foi escolhida para receber shows do astro Paul McCartney nos dias 25 e 26 deste mês, mas as obras não acabaram.

O LANCE!Net fez um tour pelo local na quarta passada, último dia em que a circulação de pessoas que não têm envolvimento com a obra era permitida. Mil operários seguem trabalhando e 3% do cronograma ainda não foram cumpridos. Uma grande limpeza teve de ser feita para receber o público, já que havia muita poeira por todos os cantos da arena.

- Esses eventos até o fim de janeiro ainda são eventos-teste. Muita coisa vai mudar – disse o presidente do clube, Paulo Nobre, ao L!Net.

A "versão final" do Allianz Parque só poderá ser vista em 2015. Os bancos de reservas usados nesta quarta, por exemplo, serão substituídos por outros mais modernos. O local destinado aos jornalistas também será outro, assim como a divisória que vai separar os palmeirenses da torcida visitante: as atuais grades de ferro serão trocadas por um vidro, o que vai acabar com os pontos cegos. Muitos camarotes, como o do ex-goleiro Marcos, precisam de acabamento. Alguns nem estão vendidos.

Vestiário ainda não tem decoração (FOTO: Reginaldo Castro/LANCE!Press)

Nesta noite, o estacionamento estará aberto para 800 pessoas convidadas, mas em 2015 será aberto ao público, com capacidade para 1.500 carros. Muitos torcedores reclamam da ausência de símbolos do Palmeiras no estádio. De acordo com a WTorre, a Lei Cidade Limpa impede que um escudo seja colocado na fachada, mas haverá um atrás do gol da ferradura, como no antigo estádio.

- Nem falamos sobre isso, mas vai ter o símbolo. O estádio é do Palmeiras - disse Paulo Nobre.

Mudanças à parte, uma nova era começa hoje. A angústia perdura desde 9 de julho de 2010, quando o Boca Juniors estragou a despedida do Palestra ao vencer por 2 a 0. Mas está a algumas horas de terminar.

Dois telões vão transmitir o jogo ao vivo (FOTO: Reginaldo Castro/LANCE!Press)

Estacionamento
Ainda não será liberado para o público, e apenas os convidados do Palmeiras poderão usar. Os torcedores poderão usar o Shopping West Plaza (Av. Antártica, 380), a Casa das Caldeiras (Rua Gustav Willi Borghof, 450) e o Shopping Bourbon (Rua Turiassu, 2.100).

Restaurantes
O restaurante panorâmico não está funcionando, pois ainda existem negociações com empresas pelo local. O Burger King, um dos patrocinadores da arena, também não se instalou no estádio, e não terá loja funcionando nesta quarta. Por outro lado, as lanchonetes no interior da arena já trabalharão.

Entradas
São quatro portões de entrada do estádio: A, na rua Turiassu, para cadeiras: superior (exceto norte), gol sul e central oeste; B, na Francisco Matarazzo, para cadeira superior norte e gol norte; C, na rua Padre Antônio Tomás para cadeira central leste; e D, também na Padre Antônio Tomás, para visitantes.

Ingressos
Os quase 35 mil ingressos disponíveis à torcida do Verdão se esgotaram. São cerca de 3 mil lugares nos camarotes e mil torcedores do Sport, totalizando os 39 mil presentes. Restaram apenas entradas para portadores de necessidades especiais (venda das 10h até o intervalo, na rua Turiassu, mediante cadastro), e para visitantes, que terá a comercialização será feita das 17h também até o intervalo.

Metrô
O Metrô já avisou que a estação Palmeiras-Barra Funda ficará aberta por mais tempo por conta do jogo no Allianz Parque. A previsão é de que o local feche à 00h30. A Palmeiras-Barra Funda foi escolhida para trabalhar por mais tempo já que é a mais próxima do novo Palestra Itália: cerca de 1km de distância.