icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
05/03/2014
09:03

O Corinthians enfrenta o Linense, nesta quarta-feira, às 22h, em Lins (com transmissão em tempo real pelo LANCE!Net), para tentar se aproximar dos líderes do Grupo B do Campeonato Paulista – Botafogo-SP e Ituano. O objetivo passa também pelas metas individuais de um recém-chegado. Trata-se de Luciano, meia-atacante contratado do Avaí e que será um dos titulares de Mano Menezes no Gilbertão.

O desconhecido jogador chegou ao CT Joaquim Grava tendo como objetivo conseguir um lugar no banco de reservas. Alcançou a meta diante do Rio Claro e pôde até atuar. Por dois minutos, é verdade. Mas chegou lá.

O segundo objetivo de Luciano era ficar em campo mais tempo e poder se apresentar à Fiel. E o jovem de 20 anos voltou a ser bem-sucedido contra o Comercial, já que substituiu Guerrero ainda no primeiro tempo e fez alegria da torcida ao marcar dois dos três gols da equipe.

O terceiro objetivo seria a busca pela titularidade. E o meia-atacante também se mostrou bem-sucedido, já que será um dos 11 que começarão em Lins – Emerson, que retirou furúnculo do abdômen, vai para o banco.

Agora, apesar da precocidade que envolveu sua chegada, um quarto objetivo surge no caminho de Luciano: a vaga na próxima fase do Paulistão. Ajudar seus companheiros a evitar o vexame de não se classificar é encarado com naturalidade pelo meia-atacante, que parece já ter moral com os colegas.

– A gente procura dar suporte, ajudá-lo fora de campo. É um menino que chegou mostrando seu trabalho, fez dois gols, tem qualidade. É bom para ele chegar e ter uma sequência – afirma o lateral Uendel.

– Ele (Luciano) tem confiança de todos aqui e vai dar conta do recado, ele sabe como é o Corinthians – completou o volante Guilherme.

Outro objetivo, Luciano! Corre!

VEJA UM BATE-BOLA COM LUCIANO:

Sua estreia com dois gols diante do Comercial surpreendeu a torcida porque você não era muito conhecido aqui em São Paulo...
É verdade, mas eles (os torcedores) vão me conhecer porque eu tenho muita raça, eu darei sangue pelo Corinthians se for preciso. Agora é dar continuidade no trabalho.

Qual foi o sentimento de marcar os primeiros gols logo na estreia?
Eu estava no Avaí, fiz alguns gols por lá, mas ter feito gol pelo Corinthians é uma sensação muito diferente, agora é bola para frente que tem muito mais coisa por aí.

O Corinthians tem feito um trabalho de blindagem sobre você para não deixá-lo se empolgar demais com esse bom início, não?
Estou ciente disso, para não se empolgar demais. Acho que quando eu cheguei ao Corinthians, o grupo me acolheu muito bem, agora que eu fiz dois gols não será nada diferente. Vou continuar meu trabalho, as chances vão aparecer e tenho de aproveitar da melhor maneira possível.

Como espera se sair nos próximos jogos da equipe?
O Corinthians é muito grande, espero dar conta do recado e fazer outros gols nos próximos jogos.