icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2013
09:34

- Estamos buscando um meia para articular ao lado do D'Alessandro, é quase uma obsessão esta contratação.

A frase acima é de Luís César Souto de Moura, diretor de futebol do Internacional, e foi dita ao LANCE!Net no dia 11 de junho. Fred ainda não havia sido negociado com o Shakhtar Donetsk, mas o Colorado sabia da necessidade de contratar um jogador para dividir a responsabilidade pela criação com D'Alessandro. E esse desejo foi alcançado no último sábado, com o anúncio de Alex.

O apoiador, de 31 anos, havia se destacado pelo Corinthians antes de defender o Al-Gharafa, do Qatar, por quase um ano. Ele volta ao Colorado, clube que pelo qual atuou entre 2004 e 2009, para reeditar uma parceria vista no segundo semestre de 2008, quando teve um D'Alessandro recém-chegada ao clube como companheiro no meio de campo.

O Inter confia na qualidade técnica de Alex, de finalizações precisas. A direção colorada confia que ele não precisará de muito tempo para ter condições de jogo e, assim que seu contrato estiver registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, poderá reestrear com a camisa do Internacional. Assim como Scocco, a tendência é que o apoiador possa chegar a Porto Alegre nos próximos dias.

Alex iniciou a sua primeira passagem pelo Inter em março de 2004, vindo do Guarani. Se firmou como titular apenas na fase final da Libertadores de 2006, sendo um dos destaques da então conquista inédita para o Colorado. Em 2008, Alex teve grande fase goleadora: foi, ao lado de Mendes, do Juventude, o artilheiro do Campeonato Gaúcho com 13 gols, e o goleador da Copa Sul-Americana com oito.

- Estamos buscando um meia para articular ao lado do D'Alessandro, é quase uma obsessão esta contratação.

A frase acima é de Luís César Souto de Moura, diretor de futebol do Internacional, e foi dita ao LANCE!Net no dia 11 de junho. Fred ainda não havia sido negociado com o Shakhtar Donetsk, mas o Colorado sabia da necessidade de contratar um jogador para dividir a responsabilidade pela criação com D'Alessandro. E esse desejo foi alcançado no último sábado, com o anúncio de Alex.

O apoiador, de 31 anos, havia se destacado pelo Corinthians antes de defender o Al-Gharafa, do Qatar, por quase um ano. Ele volta ao Colorado, clube que pelo qual atuou entre 2004 e 2009, para reeditar uma parceria vista no segundo semestre de 2008, quando teve um D'Alessandro recém-chegada ao clube como companheiro no meio de campo.

O Inter confia na qualidade técnica de Alex, de finalizações precisas. A direção colorada confia que ele não precisará de muito tempo para ter condições de jogo e, assim que seu contrato estiver registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, poderá reestrear com a camisa do Internacional. Assim como Scocco, a tendência é que o apoiador possa chegar a Porto Alegre nos próximos dias.

Alex iniciou a sua primeira passagem pelo Inter em março de 2004, vindo do Guarani. Se firmou como titular apenas na fase final da Libertadores de 2006, sendo um dos destaques da então conquista inédita para o Colorado. Em 2008, Alex teve grande fase goleadora: foi, ao lado de Mendes, do Juventude, o artilheiro do Campeonato Gaúcho com 13 gols, e o goleador da Copa Sul-Americana com oito.