icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/11/2013
22:58

Com um jogador a mais durante quase todo o segundo tempo, a Chapecoense não saiu do 0 a 0 contra o América-RN, jogando na Arena Condá, e pode ver os adversários na briga pelo acesso à Série A se aproximarem perigosamente ao término da rodada. A má fase da equipe comandada por Gilmar dal Pozzo pode botar a perder um campeonato praticamente brilhante - até porque, na sequência, vários confrontos diretos e jogos complicados vão fazer parte da rotina do Verdão do Oeste.

O clube potiguar, enquanto disputava a partida em igualdade de condições com a equipe mandante, foi melhor. Assustou o goleiro Nivaldo em algumas oportunidades e era contundente nos contra-ataques. Aos 20 minutos do segundo tempo, no entanto, Adriano Pardal foi expulso e a Chapecoense começou a pressionar e acuar o adversário no campo de defesa. As investidas, no entanto, não foram agudas o suficiente e, na única grande chance que teve o Índio Condá, Bruno Rangel cabeceou para defesa milagrosa de Andrey.

Na sequência, os catarinenses vão à Curitiba enfrentar o Paraná Clube. Já o América, que conquistou um importante ponto fora de casa na campanha contra o rebaixamento, faz um duelo com seu xará mineiro em Natal.

No ABC

No primeiro tempo, o América-MG abriu o placar com um gol relâmpago de Andrei, mas deixou o São Caetano chegar à igualdade após falha da zaga em cobrança de lateral. Cassiano bateu de fora com força para empatar.

Na etapa complementar, o Coelho desperdiçou chances claras de sair com a vitória do Anacleto Campanella, depois que Silas jogou o time à frente. No fim das contas, o resultado foi pífio tanto para as pretensões americanas de chegar ao G4 quanto para o desespero azul na briga para escapar da degola.