icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
08/11/2014
10:55

A eleição do Vasco está confirmada para terça-feira, dia 11. Entretanto, como o pleito tem sido marcado por diversas medidas judiciais, muita gente está com receio de um novo adiamento, seja lá o motivo que for. Por conta disso, as chapas de Eurico Miranda e Roberto Monteiro (este à distância) estão se planejando para fazer vigília no plantão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para saber se alguém tentará o adiamento.

Recentemente, o candidato Julio Brant, da chapa “Sempre Vasco”, garantiu que o objetivo deles não é tentar o adiamento da eleição, desde que esta seja feita com lisura. Durante a reunião das chapas para definir os últimos detalhes da eleição, na quarta-feira, Eurico e Monteiro propuseram pacto de não adiamento, mas Julio não aceitou, reafirmando que quer o pleito nesta terça, mas de forma limpa.

O objetivo das chapas de ficar acompanhando as movimentações no TJ é evitar que sejam pegos de surpresa como aconteceu na anulação da decisão do Conselho Deliberativo, em agosto, quando votou contra a extensão dos mandatos da atual gestão. Na época, o conselheiro Leonardo Gonçalves e o advogado Alan Belaciano, da chapa "Sempre Vasco" conseguiram a liminar por meio deste mesmo plantão judiciário.

Os grupos chegaram a fazer uma escala para ter sempre alguém de olho nas movimentações no TJ. Além de Eurico, Julio e Monteiro, a eleição tem mais dois candidatos: Eduardo Nery e Marcio Santos.