icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
05/02/2015
10:21

O 'falastrão' Chael Sonnen comentou o caso que agitou o mundo do MMA nesta terça-feira: Anderson Silva ter testado positivo em exame antidoping antes do UFC 183. Para o americano, que já enfrentou o brasileiro duas vezes, a melhor saída para o 'Spider' é admitir a culpa.

- Se ele fez isso (se dopou), eu encorajaria ele e qualquer outra pessoa, assim como eu, vir e dizer que fez isso. A porta ainda está aberta para se dizer o que aconteceu. Diga, ‘ouçam, ainda estava no meu corpo. Fui pego. Desculpa' - disse Sonnen, em participação em programa do canal TSN.

Pego em mais de uma vez em exames antidoping no UFC, Sonnen também defendeu Anderson Silva. O lutador americano, aposentado do MMA, considerou a hipótese de o brasileiro ter usado as substâncias para cuidar da sua saúde.

- Anderson sofreu uma fratura. A única coisa que mantinha sua perna unida era sua pele. Isso é relevante para a história. Ele tinha uma obrigação com ele mesmo: saúde em primeiro lugar, e o esporte bem lá embaixo. Ele tinha essa obrigação de se curar, não importa como. Que use a ciência – afirmou Sonnen, porém, ressaltando que Anderson deveria ter esperado para retornar ao UFC, já que não estava dentro das regras.

- Se ele tinha que ajudar a perna, bom pra ele, só que isso não significa que ele pode voltar ao esporte – comentou o americano.