icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
28/07/2013
06:32

Sem sustos, Cesar Cielo e Nicholas Santos se classificaram para as semifinais dos 50m borboleta, na manhã deste domingo, no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona (ESP). Os brasileiros ficaram respectivamente na oitava e na décima primeira posição e garantiram-se na disputa da tarde, que definirá os finalistas.

Atual campeão mundial desta prova - venceu em Xangai-2011 -, Cielo teve um desempenho um pouco superior ao do colega e fez 23s32. Já Nicholas Santos cravou 23s45 - 40 centésimos mais lento do que o seu melhor tempo na temporada, que é de 23s05.

- Fiz um bom tempo dentro do que eu havia planejado com o meu técnico (Alberto Silva), mas os atletas nadaram um pouco mais abaixo do que aquilo que nós esperávamos. E agora é nadar um pouco mais forte na semifinal, para ir à final - disse Nicholas Santos.

O melhor tempo das eliminatórias ficou com o sul-africano Roland Schoeman, que registrou 23s02 - o segundo melhor tempo da temporada. O sul-africano é bicampeão mundial desta prova, vencida por ele nos Mundiais de 2005 e de 2007.

A grande surpresa ficou por conta do também sul-africano Chad Le Clos. Campeão olímpico dos 200m borboleta e considerado um dos melhores do mundo na atualidade, ele fez apenas o 23º tempo, com 23s76, e está fora da semifinal.

Sem sustos, Cesar Cielo e Nicholas Santos se classificaram para as semifinais dos 50m borboleta, na manhã deste domingo, no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona (ESP). Os brasileiros ficaram respectivamente na oitava e na décima primeira posição e garantiram-se na disputa da tarde, que definirá os finalistas.

Atual campeão mundial desta prova - venceu em Xangai-2011 -, Cielo teve um desempenho um pouco superior ao do colega e fez 23s32. Já Nicholas Santos cravou 23s45 - 40 centésimos mais lento do que o seu melhor tempo na temporada, que é de 23s05.

- Fiz um bom tempo dentro do que eu havia planejado com o meu técnico (Alberto Silva), mas os atletas nadaram um pouco mais abaixo do que aquilo que nós esperávamos. E agora é nadar um pouco mais forte na semifinal, para ir à final - disse Nicholas Santos.

O melhor tempo das eliminatórias ficou com o sul-africano Roland Schoeman, que registrou 23s02 - o segundo melhor tempo da temporada. O sul-africano é bicampeão mundial desta prova, vencida por ele nos Mundiais de 2005 e de 2007.

A grande surpresa ficou por conta do também sul-africano Chad Le Clos. Campeão olímpico dos 200m borboleta e considerado um dos melhores do mundo na atualidade, ele fez apenas o 23º tempo, com 23s76, e está fora da semifinal.