icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
16:47

O brasileiro César Castro esteve entre os 18 melhores de saltos ornamentais que disputaram as semifinais na disputa do trampolim de 3m do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em Barcelona. Contudo, ele não foi à final após ser o 15º colocado nas semis.

Para conseguir um espaço na final, César teria que estar entre os 12 melhores desempenhos. Ele chegou a ficar na 13ª colocação entre o segundo e o quarto salto - foram seis. Ao fim, César obteve 409,65 pontos,  superando a marca de 402,60 pontos das eliminatórias, mas não foi o suficiente para ir à decisão.

- Não posso dizer que estou 100% satisfeito porque gostaria de ter feito uma pontuação maior e treinei para isso. Mas, estou contente e acredito que fiz o melhor que poderia ter feito para chegar até aqui. 2013 foi um ano ótimo e de aprendizado para mim - disse o brasileiro.

O melhor colocado nas semifnais foi o chinês Kai Qin, com 493,65 pontos, enquanto o segundo melhor também veio da China e foi Chong He (483,15). O russo Evgeny Kuznetsov somou 476 pontos e ficou com a terceira posição nas semis.

O curioso é que o britânico Jack Laugher não figurou entre os 12 finalistas. Ele, que havia sido o melhor colocado nas eliminatórias, ficou em 16º, com 405,10 pontos.

O brasileiro César Castro esteve entre os 18 melhores de saltos ornamentais que disputaram as semifinais na disputa do trampolim de 3m do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em Barcelona. Contudo, ele não foi à final após ser o 15º colocado nas semis.

Para conseguir um espaço na final, César teria que estar entre os 12 melhores desempenhos. Ele chegou a ficar na 13ª colocação entre o segundo e o quarto salto - foram seis. Ao fim, César obteve 409,65 pontos,  superando a marca de 402,60 pontos das eliminatórias, mas não foi o suficiente para ir à decisão.

- Não posso dizer que estou 100% satisfeito porque gostaria de ter feito uma pontuação maior e treinei para isso. Mas, estou contente e acredito que fiz o melhor que poderia ter feito para chegar até aqui. 2013 foi um ano ótimo e de aprendizado para mim - disse o brasileiro.

O melhor colocado nas semifnais foi o chinês Kai Qin, com 493,65 pontos, enquanto o segundo melhor também veio da China e foi Chong He (483,15). O russo Evgeny Kuznetsov somou 476 pontos e ficou com a terceira posição nas semis.

O curioso é que o britânico Jack Laugher não figurou entre os 12 finalistas. Ele, que havia sido o melhor colocado nas eliminatórias, ficou em 16º, com 405,10 pontos.