icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
31/07/2013
12:27

A torcida do São Paulo já começa a marcar presença na Allianz Arena para o jogo desta quarta-feira, contra o Bayern de Munique. E como estão na Alemanha, os brasileiros aproveitam para torcer com a cultura alemã. Ou seja, cerveja à vontade no estádio.

O jogo começa apenas às 20h30 (15h30 de Brasília), mas a torcida chegou bem mais cedo. Isso porque Milan e Manchester City se enfrentam às 18h15 (13h15 de Brasília). Na quinta-feira, os dois vencedores fazem a final da Copa Audi e também haverá disputa pelo terceiro lugar.

João Paulo Junqueira, 41 anos, e Eduardo Freitas, 19, se conheceram já dentro do estádio. O primeiro passa férias na Europa e aproveitou para colocar Munique no roteiro para ver o Tricolor. O segundo faz intercâmbio em Londres e também se deslocou até a Alemanha pelo clube do coração. Ambos são de São Paulo e têm esperança de ver a equipe vencer o poderoso Bayern, apesar da fase ruim:

- O momento não está bom. Vai ser muito difícil, mas vamos torcer.

- Mas o mais legal desse torneio é essa interação com as torcidas. Torcedores de quatro times diferentes sentados lado a lado. Seria muito melhor se fosse assim no Brasil - afirmou Junqueira.

A torcida do São Paulo já começa a marcar presença na Allianz Arena para o jogo desta quarta-feira, contra o Bayern de Munique. E como estão na Alemanha, os brasileiros aproveitam para torcer com a cultura alemã. Ou seja, cerveja à vontade no estádio.

O jogo começa apenas às 20h30 (15h30 de Brasília), mas a torcida chegou bem mais cedo. Isso porque Milan e Manchester City se enfrentam às 18h15 (13h15 de Brasília). Na quinta-feira, os dois vencedores fazem a final da Copa Audi e também haverá disputa pelo terceiro lugar.

João Paulo Junqueira, 41 anos, e Eduardo Freitas, 19, se conheceram já dentro do estádio. O primeiro passa férias na Europa e aproveitou para colocar Munique no roteiro para ver o Tricolor. O segundo faz intercâmbio em Londres e também se deslocou até a Alemanha pelo clube do coração. Ambos são de São Paulo e têm esperança de ver a equipe vencer o poderoso Bayern, apesar da fase ruim:

- O momento não está bom. Vai ser muito difícil, mas vamos torcer.

- Mas o mais legal desse torneio é essa interação com as torcidas. Torcedores de quatro times diferentes sentados lado a lado. Seria muito melhor se fosse assim no Brasil - afirmou Junqueira.