icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/04/2014
15:04

O Cerro Porteño deve ir com força máxima para cima do Cruzeiro na segunda partida das oitavas de final da Copa Libertadores da América, que será disputada quarta-feira, às 22h, no Estádio La Olla Azulgrana, em Assunção, no Paraguai. Na rodada de final de semana do Campeonato Paraguaio, o técnico Francisco Arce preservou os titulares e conseguiu um empate (1 a 1) com o General Díaz, deixando a equipe em sétimo lugar com 14 pontos somados.

Se nenhum jogador se machucar até o confronto com o Cruzeiro, os paraguaios devem entrar em campo com Roberto Fernández; Carlos Bonet, Luis Cardozo, Danilo Ortiz e Júnior Alonso; Mathías Corujo, Júlio dos Santos, Fidencio Oviedo e Óscar Romero; Ángel Romero e Daniel Güiza.

DECISÃO

No Paraguai a partida é tratada como prioriade. A conquista da Libertadores é o grande sonho do Cerro, que apesar de 112 anos, 30 títulos paraguaios e uma das maiores torcidas, nunca venceu uma competição internacional. Os dirigentes colocaram 25 mil ingressos à venda e a previsão é que na terça-feira todos tenham sido vendidos.  

Na partida de ida, no Mineirão, as equipes empataram em 1 a 1. Para avançar, o Cruzeiro precisa de uma vitória simples ou de um empate com dois ou mais gols. Empate em 0 a 0 dá a vaga aos paraguaios e 1a 1 leva o jogo para os pênaltis.

A vantagem do Cruzeiro é nunca ter perdido para os vizinhos no Paraguai. O pior resultado foi um empate em 2 a 2 contra o Olímpia, em 1976, resultado que classificaria a Raposa.