icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/11/2013
22:12

Assim que o São Paulo conquistou a vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, o foco dos atletas são-paulinos já virou para a decisão que a equipe terá na quarta-feira, contra o Atlético Nacional (COL), em Medellín, pela Copa Sul-Americana.

Contudo, além do duelo importante com os colombianos, o goleiro e capitão Rogério Ceni também pediu foco - e rapidez - para outra questão importante do clube: a renovação do contrato de Muricy Ramalho. E sugeriu à diretoria uma maneira simples de definir essa pendência.

– Acreditar no potencial de cada um e não dá para deixar de citar o Muricy. Ele teve influência direta (na recuperação), agradeço pela vinda dele. O trabalho do Paulo (Autuori) deslancharia também, mas os dois foram muito importantes porque resgataram o que o São Paulo perdeu. Tem que dar o papel em branco, assina o valor, 50 a mais ou a menos, pela história dele, não faz diferença. Tem que ficar mais um ano, dois anos, ele merece, porque é uma parte importante desta retomada – disse o camisa 01, na saída do gramado após o triunfo sobre a Lusa.

De acordo com o presidente Juvenal Juvêncio, ele e Muricy já têm a renovação apalavrada desde que o treinador assumiu o comando técnico, em setembro. Nas suas entrevistas, o comandante tem "retribuído o carinho" de Ceni e pedido constantemente à diretoria para que agilize as conversas com o goleiro e garanta a permanência do ídolo - que tem contrato até dezembro deste ano - na próxima temporada.


Na Raça, São Paulo vence Portuguesa por 2x1