icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2013
19:09

O dia pode ser de festa e tristeza para o São Paulo. Neste domingo, às 19h30, contra o Botafogo, no Morumbi, ao mesmo tempo em que vai ultrapassar o recorde de Pelé com mais partidas por um mesmo clube (1.117), o goleiro Rogério Ceni pode fazer sua despedida do estádio como atleta profissional. O Tricolor só jogará outra vez em sua casa este ano se conseguir a improvável classificação para a final da Sul-Americana diante da Ponte Preta. E Ceni cogita se aposentar ao término da temporada.

O capitão está confirmado por Muricy Ramalho como titular da equipe, assim como a maioria dos principais jogadores. O técnico não deve poupar ninguém, ao contrário do que se desenhava, já que, na próxima quarta-feira, o Tricolor vai a Mogi Mirim tentar inverter a vantagem de 3 a 1 da Ponte na competição sul-americana.

Isso não quer dizer que não haverá mudanças. Na última partida, Muricy alterou a formação escalando Lucas Evangelista no lugar de Douglas e a mudança gerou polêmica. O time jogou muito mal e foi facilmente envolvido pela Ponte, que fez 3 a 1. A tendência é que o técnico volte à escalação habitual.

Outra dúvida fica no ataque. Luis Fabiano foi reserva no último jogo, pela primeira vez desde que retornou ao clube, em 2011. Aloísio, porém, não foi bem. Fabuloso volta? Muricy não confirmou e fechou o treino que decidiu a escalação. O São Paulo não tem mais pretensões no Campeonato Brasileiro e conta com os desfalques de Caramelo, Fabrício, Jadson e Carleto, lesionados, e Roger Carvalho, que aprimora a forma física.

Do outro lado, é vida ou morte para o Botafogo. Mesmo jogando fora de casa, o Glorioso precisa vencer o São Paulo para manter viva a chance de se classificar para a Libertadores do ano que vem. Se derrotar o Tricolor Paulista, o time comandado por Oswaldo de Oliveira, dependendo dos resultados de Grêmio, Atlético-PR e Goiás, pode até mesmo ficar com a vice-liderança.

- Temos que buscar a vitória de qualquer jeito. É o nosso objetivo. Mas dessa vez, de uma forma mais decisiva do que em outras oportunidades. Por isso preparamos os jogadores durante a semana e, apesar das dificuldades, sabemos que dá para vencer. Será um grande jogo - garantiu o técnico alvinegro.

A grande dúvida para esta partida é se Elias terá condições de entrar em campo. Ainda se recuperando de uma lesão na coxa esquerda, o camisa 39 não treinou no sábado e será testado no vestiário do Morumbi. Se não puder jogar, Bruno Mendes assume a titularidade do Glorioso.

Desfalque certo para esta partida é o zagueiro Bolívar, que foi expulso diante do Atlético-PR, na semana passada. Com isso, o jovem Dankler assume o posto e tem, ao lado de Dória, a difícil missão de conter o ataque paulista.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X BOTAFOGO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 24/11/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Fábio Pereira (TO) e Nadine Schramm Camara Bastos (SC)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Denilson, Maicon, Douglas (Lucas Evangelista) e Ganso; Ademilson e Aloísio (Luis Fabiano). Técnico: Muricy Ramalho.

BOTAFOGO: Jefferson, Edilson, Dankler, Dória e Julio Cesar; Gabriel, Renato, Hyuri, Seedorf e Rafael Marques; Elias (Bruno Mendes). Técnico: Oswaldo de Oliveira