icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
16/07/2014
19:42

Depois de ser ameaçada com um pedido de prisão contra o presidente José Maria Marin expedido pelo Tiradentes por causa do descumprimento de uma liminar, a CBF contra-atacou e cassou a decisão judicial que motivou a requisição do advogado do clube cearense nesta quarta-feira. A informação foi confirmada pelo departamento jurídico da entidade.

Sem a liminar, que determinava a inclusão do Tiradentes na Série C do Brasileirão, não há motivo para pedir a prisão de Marin, já que não há descumprimento.

O Tiradentes foi o quinto colocado da Série D-2013 e usa o caso do Treze (PB), em 2011, para pleitear a vaga, que originalmente era do Betim - rebaixado via STJD por acionar a Justiça Comum antes de se esgotarem as esferas desportivas -, mas foi dada ao CRAC-GO pelo STJD e a CBF. O clube goiano foi o quarto time a ser rebaixado na Série C-2013 e é usando o argumento dos paraibanos que os cerenses buscam sucesso na ação.