icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/07/2013
14:49

A Confederação Brasileira de beach soccer (CBBS) publicou uma nota oficial a respeito do mal-estar causado pela CBF nesta segunda-feira, ao anunciar que Júnior Negão será o técnico da Seleção de beach soccer. A CBBS havia anunciado Andrey Valério como técnico antes.

A CBF encontrou respaldo em uma resolução da FIFA, que reconhece apenas um orgão como gestor do futebol brasileiro em todas as suas vertentes, para se tornar a responsável pelos rumos da modalidade no país. A CBBS, porém, afirmou que ainda não foi informada do assunto.

A confederação ainda reconheceu a importância da CBF como aliada na gerência do beach soccer brasileiro.

Confira a nota publicada no site oficial da CBBS

A Confederação Brasileira de Beach Soccer (CBBS) informa que:

- respeita e reconhece a importância da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) como parceira, desde 2005, quando a FIFA passou a chancelar a Copa do Mundo FIFA;
- desconhece qualquer tipo de intervenção e/ou supervisão da CBF em relação à CBBS;
- e não foi contatada ou comunicada oficialmente a respeito deste assunto, que está sob os cuidados do Departamento Jurídico da CBBS;

Atenciosamente,

Ricardo Ribeiro
Vice-presidente no exercício da Presidência

A Confederação Brasileira de beach soccer (CBBS) publicou uma nota oficial a respeito do mal-estar causado pela CBF nesta segunda-feira, ao anunciar que Júnior Negão será o técnico da Seleção de beach soccer. A CBBS havia anunciado Andrey Valério como técnico antes.

A CBF encontrou respaldo em uma resolução da FIFA, que reconhece apenas um orgão como gestor do futebol brasileiro em todas as suas vertentes, para se tornar a responsável pelos rumos da modalidade no país. A CBBS, porém, afirmou que ainda não foi informada do assunto.

A confederação ainda reconheceu a importância da CBF como aliada na gerência do beach soccer brasileiro.

Confira a nota publicada no site oficial da CBBS

A Confederação Brasileira de Beach Soccer (CBBS) informa que:

- respeita e reconhece a importância da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) como parceira, desde 2005, quando a FIFA passou a chancelar a Copa do Mundo FIFA;
- desconhece qualquer tipo de intervenção e/ou supervisão da CBF em relação à CBBS;
- e não foi contatada ou comunicada oficialmente a respeito deste assunto, que está sob os cuidados do Departamento Jurídico da CBBS;

Atenciosamente,

Ricardo Ribeiro
Vice-presidente no exercício da Presidência