icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
11/12/2013
11:02

Na expectativa de se classificar para a Libertadores do próximo ano, o Botafogo ainda espera o resultado da final da Sul-Americana, disputada entre Ponte Preta e Lanús, para melhor se organizar para 2014. Na noite de terça-feira, membros dos conselhos Fiscal e Deliberativo se reuniram para analisar a proposta de orçamento apresentada pelo Conselho Diretor, mas a aprovação dos números ficou para a primeira quinzena de janeiro. O presidente do Conselho Deliberativo e ex-presidente do Glorioso, José Luiz Rolim, explicou o porquê da decisão.

- A reunião ficou em caráter permanente porque houve algumas alterações em função das perspectivas e possibilidades tanto da Libertadores quanto de um projeto que está na Câmara dos Deputados, o Proforte, que muda a relação do passivo tributário dos clubes. Tudo isso fez nós suspendermos a aprovação do orçamento. Vamos retomá-la possivelmente na primeira quinzena de janeira, já com todos os elementos - disse ao LANCE!Net.

Recentemente, na previsão do orçamento constava uma receita de mais de R$ 16 milhões da Libertadores, na qual o Botafogo ainda não tem vaga assegurada. O presidente do Conselho Fiscal, André Silva, porém, explicou a situação ao LANCE!Net.

- Foi apenas um parecer que foi passado ao Conselho Fiscal, analisamos e a diretoria nos explicou alguns pontos quando houve questionamentos. Não sei porque se falou tanto sobre essa questão (previsão da Libertadores). Isso é algo que é feito como numa empresa, fechamos em novembro com aquela previsão. Só não caberia se o time estivesse na parte de baixo da tabela - disse.

Com a saída do técnico Oswaldo de Oliveira e a demissão de outros membros da comissão técnica, a folha salarial do futebol pode ser reduzida em caso de vitória da Ponte Preta na Sul-Americana.