icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
14/11/2014
13:23

Após ficar de fora dos últimos dois grandes prêmios de Fórmula 1, a equipe Caterham informou que estará presente no GP de Abu Dhabi, o último do ano, no próximo dia 23 de novembro. A escuderia confirmou a informação por meio de sua conta oficial no Twitter, neste início de tarde de sexta-feira. O principal motivo para a equipe voltar a correr foi o levantamento de um montante (cerca de R$ 7 milhões) arrecadado na internet.

O valor alcançado com a 'vaquinha' até o momento foi de 79% do total que a equipe ainda planeja adquirir. A estratégia de arrecadar dinheiro por meio da internet, denominada crowdfunding, começou assim que os antigos e novos donos da escuderia não entraram em um acordo, e a equipe acabou de fora dos Gp's' dos Estados Unidos e do Brasil.

- Em apenas uma semana, os fãs fizeram o impossível possível. Sabíamos que a melhor forma de manter esse time vivo e atrair potenciais compradores era mostrar que ainda é uma equipe de corrida e ir para a final em Abu Dhabi, e não há palavras suficientes para dizer como somos gratos a todos os fãs que tornaram isso possível - falou Finbarr O'Connell, administrador que fala em nome da escuderia.

- Durante os últimos dias, o interesse de possíveis novos compradores aumentou imensamente e, correndo em Abu Dhabi, o time vai se mostrar como uma escuderia viva e operante que merece continuar na F1 de 2015 em diante. Tem pessoas que trabalham duro, espírito de equipe, experiência e, agora, só precisa de um futuro seguro, o que tenho esperança de que podemos conquistar - acrescentou.

A principal dúvida a partir de agora é sobre os pilotos que irão correr pela equipe. Além de André Lotterer, que já disputou o GP da Bélgica com a equipe, Kamui Kobayashi e Marcus Ericsson sempre foram os eventuais 'titulares'. O suéco, no entanto, se desligou da equipe.