icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/07/2013
14:56

O argentino Monzón, lateral-esquerdo do Fluminense, tem sido frequentemente especulado pela imprensa italiana como um possível reforço do Catania deve mesmo continuar no Rio. Nesta segunda-feira, os italianos negaram as informações em nota no site oficial do clube.

No último domingo, o site italiano Sky Sports informou que o Lyon (FRA), detentor dos direitos econômicos do jogador, havia dado o aval para ele realizar exames médicos no clube.

Procurado pela reportagem do LANCE!Net no domingo, o diretor executivo de futebol tricolor, Rodrigo Caetano, também negou que o Fluminense tivesse recebido qualquer proposta pelo jogador. Para liberar o jogador, o Lyon precisa da autorização do Fluminense.

– Não existe nenhuma proposta pelo Monzón. Nada chegou ao Fluminense e ele, por enquanto, segue com contrato até o fim da temporada – resumiu o diretor executivo do Flu, Rodrigo Caetano.

E MAIS:
>Italianos colocam Monzón cada vez mais próximo do Catania (ITA)
>Flu desembarca no Rio e Cavalieri admite falha: 'Dava para defender'
>Deco, sobre retorno em jogos oficiais: 'Não tive muito tempo'

Liberado para resolver problemas particulares há uma semana, Monzón é aguardado nesta segunda-feira nas Laranjeiras para treinar. Quando contratado, o Fluminense acertou com o Lyon que o jogador poderia deixar a equipe sem o aval do Tricolor até o último dia 30, em caso de propostas do futebol europeu. Agora, para acertar com outra equipe, o Flu precisa ser consultado, dar o aval e acertar uma forma de como a rescisão poderia ser feita.

O argentino Monzón, lateral-esquerdo do Fluminense, tem sido frequentemente especulado pela imprensa italiana como um possível reforço do Catania deve mesmo continuar no Rio. Nesta segunda-feira, os italianos negaram as informações em nota no site oficial do clube.

No último domingo, o site italiano Sky Sports informou que o Lyon (FRA), detentor dos direitos econômicos do jogador, havia dado o aval para ele realizar exames médicos no clube.

Procurado pela reportagem do LANCE!Net no domingo, o diretor executivo de futebol tricolor, Rodrigo Caetano, também negou que o Fluminense tivesse recebido qualquer proposta pelo jogador. Para liberar o jogador, o Lyon precisa da autorização do Fluminense.

– Não existe nenhuma proposta pelo Monzón. Nada chegou ao Fluminense e ele, por enquanto, segue com contrato até o fim da temporada – resumiu o diretor executivo do Flu, Rodrigo Caetano.

E MAIS:
>Italianos colocam Monzón cada vez mais próximo do Catania (ITA)
>Flu desembarca no Rio e Cavalieri admite falha: 'Dava para defender'
>Deco, sobre retorno em jogos oficiais: 'Não tive muito tempo'

Liberado para resolver problemas particulares há uma semana, Monzón é aguardado nesta segunda-feira nas Laranjeiras para treinar. Quando contratado, o Fluminense acertou com o Lyon que o jogador poderia deixar a equipe sem o aval do Tricolor até o último dia 30, em caso de propostas do futebol europeu. Agora, para acertar com outra equipe, o Flu precisa ser consultado, dar o aval e acertar uma forma de como a rescisão poderia ser feita.