icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/04/2014
15:52

Um grupo de 70 catadores do estado do Rio de Janeiro participaram nesta quinta-feira, em um hotel em Copacabana, de um programa de Treinamento de Gestão de Resíduos nos Estádios da Copa do Mundo da Fifa. Promovido pela Coca-Cola Brasil, o evento se estenderá às 12 cidades-sede do torneio, com o intuito de organizar a limpeza de resíduos dos locais das 64 partidas.

De acordo com o vice-presidente da Coca-Cola no Brasil para a Copa do Mundo da Fifa, Michel Davidovich, o planejamento para a competição deixará um legado para os 840 catadores distribuídos nas cidades-sede:

- Mais de 800 catadores poderão trabalhar na Copa do Mundo, gerando uma oportunidade de renda e um engajamento destas pesoas que têm tão poucas oportunidades. Além disto, vamos tentar sedimentar a cultura da importância da reciclagem do país - disse, endossando que a coleta foi aprovada por 50% dos espectadores dos estádios da Copa das Confederações.

Durante o treinamento, algumas pessoas se emocionavam pela oportunidade de conhecer o Maracanã pela primeira vez - dentre eles, ex-moradores de rua e pessoas que trabalham como catadoras desde criança. No treinamento, os catadores se familiarizaram com o recolhimento de resíduos divididos entre baldes de lixo recicláveis e não-recicláveis, e procuraram se aperfeiçoar para eventuais enganos dos espectadores das partida ao descartar latinhas, sacos plásticos ou copos.

Em um momento de descontração, o grupo recebeu a visita do Fuleco - mascote da Copa do Mundo no Brasil - e tirou fotos com o boneco e com os representantes da Coca-Cola Brasil. Segundo Victor Bicca, diretor de comunicação da Coca-Cola Brasil, isto faz parte da perspectiva de trabalho dos profissionais envolvidos na coleta de resíduos:

- Estamos trabalhando as partes motivacional, comportamental e técnica para a rotina que eles vão executar dentro do estádios . Também vamos buscar corrigir o que deu certo no ano passado e melhorar, e desafios, como o parâmetro da Fifa para entradas e saídas de estádios, para aperfeiçoar nossa rotina.