icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
18/03/2014
06:50

De titular a reserva. De reserva a pouco utilizado. A cada jogo que passa, Bernardo tem menos espaço no Vasco. Com três gols na temporada, o meia que já foi um dos destaques do Cruz-Maltino no Campeonato Carioca, não anda com muita moral em São Januário. Mas isso tem um motivo: segundo o LANCE!Net apurou, ele estaria mantendo a rotina em noitadas.

Embora esteja mais tranquilo do que no ano passado, quando pouco jogou por conta de uma grave lesão no joelho esquerdo e vivia na noite carioca, Bernardo seria presença constante em boates e bares na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Isso estaria atrapalhando o rendimento dele em treinos e jogos e irritando membros da diretoria e da comissão técnica.

Nos últimos jogos, ficou claro que o meia vem sendo preterido. Desde o clássico contra o Flamengo, dia 16 de fevereiro, ele não foi mais titular em nenhum jogo e, quando entrou, foi apenas nos minutos finais (à exceção da derrota para a Cabofriense, quando entrou aos 19 minutos do segundo tempo).

A diretoria do Vasco, por sua vez, nega qualquer tipo de irritação sobre a vida noturna do jogador. De acordo com o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, não houve qualquer problema com o atleta desde que ele assumiu o comando do futebol vascaíno, em janeiro.

- Não existe nada disso. Cheguei no clube há 70 dias e não vi nenhuma atitude deste tipo vindo do Bernardo. Nem atraso de treino. E pode ter certeza que, se tivesse algo, teria sido punido: seja na conversa ou até em uma medida mais drástica. Mas não houve nada até agora - comentou o dirigente.

Por ter uma boa relação com os torcedores, o nome de Bernardo é cantado com frequência no segundo tempo dos jogos para que ele entre. Foi assim no clássico de domingo. Mas, como castigo ou não, pela segunda vez seguida, ele apenas assistiu aos companheiros jogarem.

BOA RELAÇÃO COM ADILSON

Mesmo sendo pouco utilizado nos últimos jogos do Vasco porque estaria mantendo a vida noturna no Rio de Janeiro, o meia Bernardo tem uma ótima relação com o técnico Adilson Batista. O treinador, inclusive, deu várias oportunidades para ele desde que chegou ao clube, no fim do ano passado, e o meia chegou a corresponder em algumas delas.

A relação entre os dois não começou na Colina. Foi Adilson que lançou Bernardo no time profissional quando ainda era técnico do Cruzeiro, em 2009. No ano seguinte, os dois se separaram e voltaram a se encontrar no Vasco.

Além da boa relação com o comandante, Bernardo é querido por boa parte do elenco, sendo mais próximo de Rafael Vaz, Diego Renan e Thalles.

EXPLANAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

Ainda jovem, 23 anos, Bernardo é um usuário ativo das redes sociais, sobretudo do Instagram. O meia, no entanto, muitas vezes acaba vacilando e deixando escapar fotos na noite ou até mesmo em casa, mas rodeado de amigos e amigas em um tom típico de uma "festinha". O jogador, inclusive, costuma andar acompanhado de artistas e pessoas famosas.

No ano passado, enquanto se recuperava de uma cirurgia no joelho esquerdo, era comum a aparição em festas. Mas, desde que voltou a jogar, todas foram apagadas e, hoje, apenas fotos relacionadas ao Vasco estão na sua conta. O que ainda aparece são imagens em tom de desabafo.