icons.title signature.placeholder Bruno Andrade
27/07/2014
17:55

O primeiro Dérbi na Arena Corinthians começou desanimador e movimentado. Muita vontade, reclamações e pouca qualidade técnica. Mas isso só até o segundo tempo começar. Envolvido pela torcida, o Corinthians cresceu na etapa final, mostrou quem manda no estádio e, com gols de Guerrero e Petros, decretou a vitória por 2 a 0 em cima do Palmeiras, neste domingo, pela 12º rodada do Brasileirão.

A estrela brilhou para Guerrero e Petros. Mas a participação de Elias foi fundamental no triunfo do Timão. Tranquilo e livre de marcação, o camisa 7 comandou as principais jogadas no meio de campo e foi o responsável pela assistência em ambos os gols. Uma atuação de gala diante do arquirrival.

O JOGO

A etapa inicial do clássico deixou a desejar. Com as duas equipes marcando sob pressão e apelando aos chutões na saída de bola, os primeiros minutos foram sofríveis. Para Gil e Cleber, do lado Alvinegro, e para Tobio e Marcelo Oliveira, do lado alviverde, as bolas rifadas foram o "melhor caminho" para fazer a ligação com o setor ofensivo. Péssima escolha!

Para piorar ainda mais o nível do jogo, o árbitro Sandro Meira Ricci não viu problema em soprar o apito de forma frenética. Faltas e mais faltas foram marcadas - algumas sem a menor necessidade.

O duelo esquentou um pouco a partir dos 40 minutos. O Corinthians se lançou ao ataque para inaugurar o placar. Foram três boas tentativas, com Ralf, Guerrero e Gil. Fábio defendeu as duas primeiras finalizações e viu a cabeçada final do zagueiro alvinegro escorar na trave.

Diferentemente do primeiro, o segundo tempo começou animador... para o Timão. Petros, logo aos 30 segundos, chutou forte da entrada da área e fez Fabio sujar o calção para defender a bola. Uma prova de que o Corinthians estava mais próximo de marcar.

O começo fulminante alvinegro ditou os minutos seguintes. Aos 5 minutos, Elias penetrou no meio da defesa do Palmeiras e deu uma bela assistência para Guerrero. O atacante peruano olhou a saída de Fábio, tocou a bola para o fundo do gol e saiu para comemorar.

Desorganizado defensivamente, o Palmeiras bateu cabeça para segurar as avançadas do Corinthians. No ataque, o Verdão decepcionou ainda mais. Mouche e Henrique pouco fizeram e não deram trabalho para Cássio.

Mesmo com a vantagem no placar, o Timão não se deu por satisfeito no fim da partida. Após algumas chances perdidas, Elias voltou a ser decisivo aos 45 minutos. Sozinho no meio, o meia teve calma para encontrar Petros livre de marcação dentro da área. O camisa 40, acostumado a desarmar, chutou forte e garantiu o triunfo alvinegro por 2 a 0.

PRÓXIMOS JOGOS

Embalado, o Corinthians volta a entrar em campo no domingo, dia 3, contra o Coritiba, no Couto Pereira, pelo Brasileirão. Já o Palmeiras tem pela frente um amistoso diante da Fiorentina (ITA), na quarta-feira, dia 30, pela Copa EuroAmericana. Pela competição nacional, a equipe jogará apenas no domingo, quando receberá o Bahia, primeiro time da zona de rebaixamento, no Pacaembu. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 PALMEIRAS

Local: Arana Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 27/7/2014
Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-PE)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (Ambos de SP)
Cartões amarelos: Guerrero (Corinthians); Henrique e Wendel (Palmeiras)
Público/renda: 31.031 presentes/R$ 2.206.184,00

GOLS: Guerrero (5/2ºT) e Petros (45/2ºT)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias, Petros e Renato Augusto (Danilo 39’/2º T); Romero (Romarinho 29'/2ºT) e Guerrero (Luciano 44'/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

PALMEIRAS: Fábio; Wendel, Tobio, Marcelo Oliveira e Victor Luis; Renato, Wesley, Felipe Menezes  e Mendieta (Leandro 9’/2º T); Mouche e Henrique (Érik 27’/2º T). Técnico: Ricardo Gareca.