icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
26/02/2015
15:08

Na madrugada desta quinta-feira, em uma blitz da Lei Seca, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, o atacante Adriano, de 32 anos, teve seu carro apreendido por estar sem a placa da frente. O jogador, que esteve para fechar com o Le Harvre, da Segunda Divisão do Campeonato Francês, disse no Instagram que teve a tal placa roubada.

Desde 2006, quando começou a derrocada em sua carreira, o centroavante vem acumulando inúmeras polêmicas. Relembre algumas delas. 

DE MOTO E SEM CAPACETE - 2006


Adriano, com cigarro na mão direita, é fotografado em festa ao lado de algumas mulheres (Foto: Reprodução)

Em má fase na Internazionale de Milão (ITA) e após fracassar com a Seleção Berasileira na Copa do Mundo da Alemanha, em 2006, o atacante foi flagrado em uma via expressa do Rio de Janeiro em uma moto e sem usar capacete. Nesta época, fotos dele em uma festa com algumas mulheres vazaram na internet.

ACIDENTE DE CARRO - 2007

No fim de 2007, se envolveu em uma acidente de carro na Barra da Tijuca. Não houve vítimas e a situação foi resolvida sem maiores problemas.

SUMIÇO E FIM DA CARREIRA - 2009

Em abril de 2009, Adriano estava na Itália e veio ao Brasil para um amistoso da Seleção Brasileira, em Porto Alegre. Em vez de retornar para a Inter de Milão, se encaminhou ao Rio, e ficou sem dar notícias por três dias. Ao aparecer, afirmou que abandonaria a profissão. Após rescindir com o clube italiano, assinou com o Flamengo.

BOLHA OU QUEIMADURA - 2009


Adriano com bolha no calcanhar, ainda durante a disputa do Brasileirão 2009 (Foto: Divulgação)

Um dos grandes destaques do Flamengo na campanha do título brasileiro de 2009, Adriano não deixou de aprontar das suas. Antes da penúltima rodada da competição, o atacante apareceu no clube com uma bolha no pé, alegando ter pisado em uma lâmpada de jardim de sua casa. No entanto, o jornal "Extra" publicou matéria afirmando que o jogador queimou o pé no cano de escapamento de uma moto.

A BRIGA COM A MULHER - 2010

Em um baile funk, realizado em uma favela do Rio de Janeiro, Adriano, que estava acompanhado por outros jogadores do elenco rubro-negro, se envolveu em uma confusão com a então namorada Joana Machado. Segundo publicou-se na época, Joana teria quebrado os para-brisas dos carros de alguns jogadores. Adriano teria tentado intervir, sendo agredido pela modelo e revidou.

POLÊMICA COM A POLÍCIA - 2010


Entre tantas polêmicas, Adriano foi fotografado empunhando um fuzil ao lado de um colega (Foto: Reprodução)

Também em 2010, Adriano teve de se explicar para a Polícia, após ter passado R$ 60 mil para o traficante FB. O atacante alegou ter que o dinheiro foi transferido sem o seu conhecimento. Na mesma ocasião, apareceu em uma foto com um fuzil. Mas segundo ele, a arma não era verdadeira.

LEI SECA: PRIMEIRA VEZ - 2011

Jogando na Roma (ITA), Adriano foi parado em uma blitz da Lei Seca, recusou-se a fazer o teste do bafômetro e teve a carteira apreendida por cinco dias.

TIRO NA MÃO DE ADOLESCENTE - 2011


Carro de Adriano no pátio de delegacia no Rio de Janeiro (Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo)

Em dezembro de 2011, quando era jogador do Corinthians, após deixar uma festa na Barra da Tijuca, Adriano se envolveu em mais um problema. Uma estudante foi baleada na mão dentro do carro dele. As versões para o ocorrido foram conflitantes, mas a polêmica terminou com o jogador pagando uma indenização à jovem.

SHOW DE ANITA EM DETRIMENTO A TREINO - 2014

Depois de o Atlético-PR, onde pouco jogou -, ter sido eliminado da Copa Libertadores, Adriano foi a um show da cantora Anita, no Rio de janeiro, em vez de se reapresentar ao clube. Acabou dispensado pela diretoria do Furacão.

[[GAL:LANPGL20131202_0004]]