icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/12/2013
16:36

Todo ano a história é parecida. Quando chega o Mundial de Clubes praticamente todos começam a dar como certo o duelo do campeão da Champions e do campeão da Libertadores na final do torneio que reúne os vencedores de todos os campeonatos continentais. E normalmente é o que acontece mesmo. Porém dois times do Brasil já sofreram com um revés diante de uma equipe, supostamente inferior, e acabaram não chegando à decisão.

Este ano foi a vez do Atlético-MG, que perdeu por 3 a 1 para o Raja Casablanca, surpreendendo a todos, enquanto em 2010 foi o Internacional que decepcionou os seus torcedores perdendo para o modesto Mazembe pelo placar de 2 a 0.

A derrota do Galo, em Marrekesh, nesta quarta-feira, logo remeteu todos à lembrança da queda do Inter, e um fato curioso sobressaiu. Um jogador esteve presente em campo nas duas espantosas derrotas, Alecsandro. O atacante era titular da equipe Colorada na ocasião em que o time de Porto Alegre teve um dos maiores vexames da sua história e também participou da eliminação do Alvinegro, na noite de ontem.

E MAIS:
> Presidente do Galo confirma saída de Cuca: 'Ele pediu para ir embora'
> Em homenagem ao Raja, cruzeirenses querem mudar nome de avenida em BH

No Internacional, Alecsandro fazia parte do time principal e jogou um bom tempo da partida, sendo substituído por Leandro Damião na segunda etapa. Já com a camisa do Galo, ele não teve muito tempo para mudar o resultado, o centroavante entrou aos 40 do segundo tempo no lugar de Lucas Cândido.

Jogando mais tempo em um duelo e menos no outro não importa, o fato é que o jogador fica marcado por essa estranha coincidência.